ISSN 0121-4004
Versão impressa

ISSNe 2145-2660
Versão on-line

INSTRUÇÕES AOS AUTORES

 

Escopo e política de revisão

A Revista VITAE é uma publicação oficial da Faculdade de Química Farmacêutica, de periodicidade quadrimestral, e tem como missão a divulgação do pensamento científico e o afazer a nível investigativo nos diversos campos das ciências farmacêuticas, alimentarias e afins. Publica artigos originais e inéditos, os quais são selecionados pelo Comitê Editorial e avaliados por pares nacionais e internacionais. A opinião da Faculdade frente aos diversos temas de interesse se consigna através de suas páginas editoriais. A responsabilidade pelos juízos, opiniões e pontos de vista expressados nos artigos publicados corresponde exclusivamente a seus autores.

 

Reserva de dereitos

O estudo e a seleção dos artigos enviados pelos colaboradores estão a cargo do Comitê Editorial. A recepção de um trabalho não implica a aceitação nem publicação do mesmo, nem o compromisso por parte da revista com respeito a sua data de aparição. Assim mesmo, reserva-se o direito de realizar modificações editoriais necessárias para a publicação da revista.

 

Classificação de artigos

A revista VITAE publicará as seguinte classes de artigos:

  • Artigos completos
  • Artigos curtos
  • Revisões (São realizados por convidados selecionados pelo Comitê Editorial e experientes no tema)

Todos os artigos serão classificados em alguma das seguintes seções:

  • Alimentos: Ciência, Tecnologia e Engenharia
  • Atendimento Farmacêutico
  • Biotecnologia
  • Farmacologia e Toxicologia
  • Industrial Farmacêutica
  • Produtos Naturais

 

Apresetação de manuscritos

Se aceitarão manuscritos preferivelmente em inglês. Deve apresentar-se uma cópia impressa, a duplo espaço, com tipo de letra Times New Roman de 12 pontos, em folhas de papel tamanho carta, com margens simétricas de 3cm. A seguir, se incluirá uma cópia eletrônica em Word® 2007, acompanhado dos formatos de informação do artigo, dos autores e a licença de acesso aberto. Os artigos submetidos à revista VITAE deverão ter uma extensão máxima de 25 páginas, incluindo tabelas e figuras.

 

Primeira página

Informação do título: Na primeira página de todos os artigos deve aparecer: Título em espanhol e inglês. Nomes completos dos autores e afiliações institucionais, incluindo cidade e país. O autor principal deve indicar o correio eletrônico ao qual se deve dirigir a correspondência (veja-se último número da revista).Resumo: Deve-se incluir um resumo em espanhol e inglês, com uma longitude máxima de 200 palavras, redigido em pretérito, num só parágrafo. Não se devem incluir siglas, acrônimos e/ou referências bibliográficas. Deve conter:

  • Apresentação do tema
  • Uma hipótese
  • Um ou dois argumentos
  • Resultados
  • Conclusões

Palavras importantes: Incluem-se até cinco palavras finque, tanto em espanhol como em inglês; ao menos dois devem estar incluídas nos Descritores de Ciências da Saúde (DeCS), na direção web: http://decs.bvs.br/

 

Revisiöes bibliográficas

São documentos onde se analisam, sistematizam e integram resultados de investigações sobre um campo em ciência ou tecnologia, com o fim de dar em conta os avanços e tendências de desenvolvimento. São realizados por convidados selecionados pelo Comitê Editorial e experientes no tema, os quais apresentam uma descrição geral do campo de interesse, com uma avaliação crítica de seu desenvolvimento. A estrutura e encabeçamento das revisões fica a critério do autor, conquanto o comitê editorial pode sugerir mudanças que melhorem a edição. A revisão bibliográfica deve referir-se a um período não inferior a um ano, e ser, no mínimo, de 50 referências.

 

Artigos completos

Apresentam, de maneira detalhada, os resultados originais de projetos findos de investigação, que não tenham sido publicados previamente. Quando se trata de estandardização de métodos analíticos, estes devem ser validados sob normas internacionais. O artigo completo deve apresentar os seguintes apartados:

Introdução: expõe um contexto ou transfundo do estudo, fazendo referência a todo trabalho anteriormente publicado pelos mesmos autores ou por outros. Neste apartado se especificarão os fins e objetivos do artigo.

Materiais e métodos: deve incluir a informação e procedimentos necessários para a reprodutibilidade dos experimentos, indicando os métodos estabelecidos na literatura e as modificações substanciais dos mesmos. Resultados e discussão: devem-se apresentar os resultados numa seqüência lógica, utilizando tabelas e gráficos para sintetizar a informação.

Conclusões: devem unir-se aos objetivos do trabalho, omitindo aquelas que não são suportadas pelos resultados. Devem-se evitar conclusões de matéria econômica, exceto quando o artigo inclua ditas análises.

 

Artigos curtos

Estes apresentam os resultados originais preliminares ou parciais de uma investigação científica ou tecnológica, que requerem de uma pronta difusão, sobre trabalhos relacionados com as ciências farmacêuticas, alimentarias e afins, cujo interesse justifique que se tenha informação sobre o tema. Têm uma extensão máxima de 15 páginas, conservando a estrutura dos artigos completos.

 

Normas de estilo dos artigos

Tabelas e figuras: Cada artigo deve ser complementado com tabelas e figuras, previamente referidas no texto (Ej: Na tabela 1, etc.), com um consecutivo diferente para cada categoria, em números arábigos, nas quais se especifica informação que não deve ser duplicada no texto, e devem ser localizadas imediatamente depois do parágrafo em que são citadas pela primeira vez. Para sua realização se deve ter em conta o seguinte:

  • Nas tabelas se incluem quadros, com resultados ou não, utilizados para sintetizar ou organizar a informação, traçadas com bordes completos.
  • As figuras incluem gráficos, ilustrações, fotografias, desenhos, mapas e estruturas, limitando-se em número e tentando justapor aquelas que, sem preconceito da clareza, podem referir-se ao mesmo sistema de coordenadas.
  • O uso de cores nas gráficas está condicionado aos custos adicionais de publicação que se gerem no processo editorial.
  • Deve-se indicar a fonte de onde foram tomadas aquelas tabelas e figuras que não são criação do autor, utilizando referências bibliográficas de maneira similar ao texto.
  • Nas figuras e nas tabelas se deve utilizar o tipo de letra Times New Roman. O título das figuras se digita como um parágrafo fora da mesma, na parte inferior, e o das tabelas na parte superior.

Símbolos e unidades: o autor deve utilizar as normas do Sistema Internacional de Magnitudes (ISO/IEC 80000), no referente a unidades, símbolos e abreviaturas.

Nomes comerciais: se evitará o emprego de nomes comerciais; em seu lugar se utilizarão os nomes genéricos; mas se é inevitável, se indicará com o símbolo ®.

Nomes de equipes, instrumentos e software: deve indicar-se os valores precisos para a replicação do experimento, descrevendo detalhes específicos que facilitem sua identificação.

Nomes científicos: os nomes científicos deverão indicar-se em cursiva, com maiúscula inicial, complementando-se opcionalmente com a "autoridade". Devem indicar-se as cepas e as variações da espécie, se é relevante para o trabalho.

 

Referências bibliográficas

 

Devem indicar-se no texto mediante um número arábigo entre parêntese segundo o ordem de aparição. As referências bibliográficas completas devem colocar-se ao final do artigo, sob o título de Referências Bibliográficas, de acordo com as normas do ICMJE (Vancouver), as quais podem ser conferidas em http://www.ncbi.nlm.nih.gov/bookshelf/br.fcgi?book=citmed.

Os modelos para algumas referências se incluem a seguir:

Artigos científicos: Autores.Título do artigo. Abreviatura ISI do nome da Revista. Data; Volume (Número): Páginas.


Restrepo A, Cortês M, Márquez CJ. Uchuvas (Physalis peruviana L.) minimamente processadas fortificadas com VITAMINA E. Vitae. 2009 May-Aug; 16 (2): 19-30.

Keyzers R, Daoust J, Davies-Coleman M, Van R, Balgi A, Donohue E, et al. Autophagy-modulating aminosteroids isolated from the sponge Cliona celata. Org Lett. 2008 Jul 17; 10 (14): 2959-2962.

Livros e monografias impressas: Autores. Título. Edição. Lugar de Publicação: Editor; Ano. Páginas.

Gibaldi M, Perrier D. Farmacocinética. Barcelona, Espanha: Reverte; 2008. 352 p.

Tese e trabalhos de grau: Autores. Título. [Tipo de documento]. [Lugar de Publicação]: Editor. Data. Páginas.

Monsalve AF, Morales SP. Aumento de capacidade do recurso restrição na empresa Laproff S.A. [Trabalho de pré-grado]. [Medellín, Colômbia]: Universidade de Antioquia: 2009. 39 p.

Material eletrônico: Autores. Título. [Tipo de Meio]. Lugar de Publicação: Editor: Data.

ASME. Aseptic Fill & Finish for Biopharmaceuticals. [CD-ROM]. San Diego (CA): ASME: 2007.

Lugar de Internet: Autores. Título. [Tipo de meio]. Lugar de Publicação: Editor. Data de Publicação. [Data de Citação]. Disponível em: direção URL.

Habib MAB, Parvin M, Huntington TC, Hasan MR. A review on culture, production and use of spirulina as food for humans and feeds for domestic animals and fish. [Internet]. Roma, Itália: FAO. 2008 [Atualizado 8 de Janeiro de 2008; citado 18 de Agosto de 2009]. Disponível em: ftp://ftp.fao.org/docrep/fao/011/i0424e/i0424e00.pdf.

 

Revisäo de originais

O Comitê Editorial revisará os originais, se assessorará, quando o requeira, de pessoal adequadamente qualificado e devolverá aos autores aqueles cujo conteúdo não se ajuste às presentes normas, solicitando, em todo caso, as modificações que estime oportunas.

Seleção. O Comitê Editorial remeterá todos os artigos que cumpram as normas editoriais no mínimo a dois árbitros, quem devem emitir seu conceito por escrito no formato estabelecido para isso. Se os árbitros sugerem correções, os autores deverão enviar a nova versão acompanhada do meio magnético num prazo máximo de doze dias a partir da data de envio, passado o qual perderá seu turno de publicação. Na correção de provas de impressão final, que deverá realizar-se com grande atendimento, não se admitirão modificações ao texto original.

Por último, serão enviados três exemplares do número publicado, ao autor principal, como retribuição de nosso processo.

 

Custos de publicação

Se estabelece um valor anual por artigo. Este valor se pagará tão cedo como se relatório ao autor principal sobre o volume e o número em que se publicará a versão definitiva do manuscrito. O uso de gráficos, figuras ou fotografias em cor tem um custo adicional de acordo ao número de páginas.

 

Licença da obra

Uma vez são publicados na Revista Vitae, os artigos científicos e revisões se encontrarão disponíveis de maneira livre para consulta de todo o público, tanto no lugar web como nos diferentes sistemas de indexação e bases de dados aos que está assinada a revista, sob a Licença Creative Commons, no modo Attribution-Noncommercial-No Derivative Works aprovada em Colômbia.

Assim mesmo, os autores cedem, sem direito a retribuições econômicas, à Universidade de Antioquia, Revista Vitae, os Direitos Patrimoniais sobre a publicação e seus diferentes meios de difusão pelo tempo que estabeleça a normatividade vigente, mediante o formato de Licença de Acesso Aberto à Publicação proposto para tal fim.

A documentação requerida para apresentar os artigos, os formatos e uma cópia destas instruções podem ser descarregados do sitio web: http://www.udea.edu.co/vitae.

 

[Home] [Sobre esta revista] [Corpo editorial] [Assinaturas]


Creative Commons License Todo o conteúdo do periódico, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma Licença Creative Commons

© 2010
Universidad de Antioquia

Facultad de Química Farmacéutica
Edificio de Extensión

Calle 70 Nº 52-62 Oficina 303
Tel.: 57(4) 2198470 Fax: 57(4) 2195459

Medellín, Colombia


vitae@udea.edu.co