SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.50 número1Factorial equivalence of the Spanish and Portuguese versions of a questionnaire of academic expectations índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Artigo

Indicadores

Links relacionados

  • Em processo de indexaçãoCitado por Google
  • Não possue artigos similaresSimilares em SciELO
  • Em processo de indexaçãoSimilares em Google

Compartilhar


Revista Latinoamericana de Psicología

versão impressa ISSN 0120-0534

Resumo

RODRIGUES WILLHELM, Alice; SIQUEIRA PEREIRA, Anderson; KOLLER, Sílvia Helena  e  MARTINS DE ALMEIDA, Rosa Maria. Altos níveis de impulsividade e consumo de álcool na adolescência. rev.latinoam.psicol. [online]. 2018, vol.50, n.1, pp.1-8. ISSN 0120-0534.  http://dx.doi.org/10.14349/rlp.2018.v50.n1.1.

O objetivo desse estudo foi verificar se os adolescentes que experimentaram álcool apresentavam menor controle inibitório e maior impulsividade do que aqueles que nunca beberam. A amostra foi coletada em seis escolas públicas e privadas de Porto Alegre e fizeram parte deste estudo 122 adolescentes entre 13 e 16 anos, de ambos os sexos. Os instrumentos utilizados foram: Questionário do início do uso de drogas, Barratt Impulsiveness Scale (BIS, adaptada para a faixa etária, que mede impulsividade e possui 3 subescalas que são: motora, desatenção e não-planejamento), Go/NoGo Task (tarefa computadorizada que avalia controle inibitório através de número de erros) e Five Digits Test (instrumento que avalia controle inibitório através de duas medidas, flexibilidade e inibição). Foi realizada uma comparação entre dois grupos, adolescentes que já consumiram álcool e os que ainda não haviam consumido. Os dois grupos foram comparados por testes t de Student para as variáveis impulsividade e controle inibitório. Houve diferença estatisticamente significativa na impulsividade em todas as sub-escalas da BIS, mas não houve diferença nas variáveis de controle inibitório. A literatura relata que comportamentos impulsivos na adolescência ocorrem por falta de maturação completa da região pré-frontal e isso pode estar associado com o consumo de álcool precoce, o qual explicaria a maior impulsividade dos adolescentes que já utilizaram álcool.

Palavras-chave : Adolescente; comportamento impulsivo; consumo de álcool; controle de inibição.

        · resumo em Inglês     · texto em Português     · Português ( pdf )