SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.25 issue3Effects of dietary protein level on growth and serum parameters in cachama (Piaractus brachypomus)Factors affecting forage intake and selectivity in ruminants author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Services on Demand

Article

Indicators

Related links

  • On index processCited by Google
  • Have no similar articlesSimilars in SciELO
  • On index processSimilars in Google

Share


Revista Colombiana de Ciencias Pecuarias

Print version ISSN 0120-0690
On-line version ISSN 2256-2958

Abstract

GOMES, Igor GRF et al. Efeito da suplementação da dieta com Spirulina platensis no crescimento e coloração de tilápia vermelha. Rev Colom Cienc Pecua [online]. 2012, vol.25, n.3, pp.462-471. ISSN 0120-0690.

No cultivo de espécies aquáticas, uma nutrição adequada assume importância fundamental no sucesso da atividade, principalmente nas fases iniciais de criação, período em que os animais estão mais susceptíveis ao manejo errôneo e mudanças bruscas do ambiente. Objetivo: o Objetivo deste trabalho foi avaliar a eficácia de Spirulina platensis como suplemento alimentar no crescimento e coloração de tilápia vermelha. Métodos: as tilápias foram cultivadas com ração comercial (D1: controle), ração comercial + Spirulina platensis úmida (D2), ração comercial + Spirulina platensis seca (D3) e ração comercial + microalgas de água doce (D4). Resultados: em relação ao desempenho zootécnico, D2 obteve os melhores resultados. As taxas de sobrevivência alcançadas nos tratamentos D1, D2 e D3, foram superiores as alcançadas no tratamento D4 (p<0.05). Os índices de masculinização e gastrointestinais foram estatisticamente similares para todos os tratamentos (p<0.05). Os índices hepatossomáticos encontrados em D1 e D4 foram estatisticamente semelhantes (p<0.05), porém, ambos apresentaram valores abaixo dos encontrados em D2 e D3 (p<0.05). A intensidade da cor amarela de D2, após a extração de pigmentos das peles dos peixes, apresentou-se moderada, enquanto em D3 a intensidade foi fraca (Abs 490 nm). Os extratos das peles dos peixes que não consumiram S. platensis, apresentaram coloração muito fraca. As contagens das microalgas presentes na água verde de D1, realizadas através de microscopia óptica, revelou que a cianobactéria do gênero Microcystis apresentou 95% dominância. Conclusões: os peixes alimentados com S. platensis, úmida ou seca, obtiveram desempenho superior e coloração mais forte que os animais expostos somente ao alimento artificial ou combinado com microalgas de água doce. A microalga marinha demonstrou ser um suplemento alimentar eficiente para tilápia vermelha. Sugerem-se estudos da relação custo-benefício do cultivo e oferta de S. platensis para os peixes, desta forma elucidando as vantagens econômicas que esta prática poderá trazer para a tilapicultura comercial.

Keywords : alimentação; aquicultura; desempenho zootécnico; microalga; Oreochromis.

        · abstract in English | Spanish     · text in Portuguese     · Portuguese ( pdf )

 

Creative Commons License All the contents of this journal, except where otherwise noted, is licensed under a Creative Commons Attribution License