SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.29 issue1Intrinsic factors affecting sheep meat quality: a reviewAssociation between genetic evaluation and show-ring judging for dairy and beef cattle author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Services on Demand

Article

Indicators

Related links

  • On index processCited by Google
  • Have no similar articlesSimilars in SciELO
  • On index processSimilars in Google

Share


Revista Colombiana de Ciencias Pecuarias

Print version ISSN 0120-0690

Abstract

ESPINOZA, José L et al. Parâmetros genéticos dos dias vazios no gado Charolês de Cuba. Rev Colom Cienc Pecua [online]. 2016, vol.29, n.1, pp.16-24. ISSN 0120-0690.  http://dx.doi.org/10.17533/udea.rccp.v29n1a02.

Antecedentes: em Cuba há pouca informação sobre os componentes genéticos do período pós-parto em bovinos de corte. Objetivo: comparar as estimativas de parâmetros genéticos de dias vazios (DO) obtidos com os três modelos em bovinos Charolês de Cuba. Métodos: os dados de controle reprodutivo individual de bovinos Charolês de 17 rebanhos em duas empresas de Cuba foram analisados. A amostra consistiu de 16.891 partos de 4.593 vacas, filhas de 190 touros e 2.770 matrizes. Até 10 partos foram considerados por fêmea que ocorreram entre 1981 e 2005. O programa WOMBAT foi utilizado para estimar os componentes da variância. Três modelos foram aplicados; um modelo univariado (UM) para cada paridade separado até o sexto parto; um modelo de repetibilidade (RM) com todas as parições; e um modelo de regressão aleatória (ARM), tendo o número de partos como uma variável independente. Resultados: a média geral foi de 171 ± 93 dias. A tendência do valor médio para o DO em cada parto foi diminuindo desde o primeiro até o décimo parto com um desempenho sazonal em torno de 155 dias entre o quarto e oitavo parto. A herdabilidade estimada para DO pela UM foi variável com valores de 0,03 no primeiro parto e 0,06 no sexto. Essas variações não podem ser observadas com RM que estimou uma herdabilidade de 0,06. Os valores de 0,05 no primeiro parto até 0,07 no décimo foram estimados com ARM. As correlações genéticas entre DO para diferentes partos foram próximas da unidade. Conclusões: alterações da herdabilidade estimada para DO durante a vida produtiva de uma fêmea pode ser observado com ARM. As estimativas de herdabilidade foram baixas e não diferiram entre os resultados apresentados em outras raças de gado de corte.

Keywords : bovino de corte; correlação genética; fertilidade; herdabilidade; intervalo pós-parto.

        · abstract in English | Spanish     · text in English     · English ( pdf )