SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.29 número4Estado oxidativo e fertilidade nas ovelhas suplementadas com a polpa de café durante sincronização do estro e gestação inicial índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Artigo

Indicadores

Links relacionados

  • Em processo de indexaçãoCitado por Google
  • Não possue artigos similaresSimilares em SciELO
  • Em processo de indexaçãoSimilares em Google

Compartilhar


Revista Colombiana de Ciencias Pecuarias

versão impressa ISSN 0120-0690

Resumo

TEIXEIRA, Alexandre O et al. Características ósseas de suínos alimentados com diferentes fontes de fósforo. Rev Colom Cienc Pecua [online]. 2016, vol.29, n.4, pp.245-254. ISSN 0120-0690.  http://dx.doi.org/10.17533/udea.rccp.v29n4a01.

Antecedentes:

a suplementação de fósforo deve manter a integridade do tecido ósseo e prevenir fraturas durante o desenvolvimento e abate dos animais.

Objetivo:

avaliar o efeito de diferentes fontes de fósforo sobre as características ósseas dos suínos.

Métodos:

cento e doze leitões com peso médio inicial de 28,65 ± 2,82 Kg foram distribuídos em esquema fatorial 8×2 (oito fontes de fósforo × dois sexos) em blocos casualizados. As dietas foram formuladas baseadas em fósforo total com 0,32 e 0,31% de P para a dieta controle e com 0,56 e 0,42% de P para os outros tratamentos nas fases de crescimento e terminação, respectivamente. O fósforo nas dietas foi suplementado com fosfato bicálcico (DCP); mono-fosfato bicálcico (MDCP); superfosfato triplo (TSP); superfosfato simples (SSP); fosfato de rocha Catalão (ROCK); uma mistura de fontes (MIX); ácido fosfórico (PPA); e a dieta controle (CTR).

Resultados:

não houve interação entre as fontes de fósforo e sexo dos animais para qualquer um dos parâmetros estudados. A espessura do tecido compacto é menor na CTR, diferenciando-se das dietas DCP, MDCP e PPA, seguido pelas dietas SSP, TSP e ROCK, sendo que o maior valor foi observado na dieta com MDCP. A porosidade do tecido compacto foi maior com as dietas CTR e SSP.

Conclusão:

o uso de fontes menos elaboradas de fósforo como superfosfato simples e fosfato de rocha foram menos eficientes do que os outros tratamentos para melhorar a integridade óssea de suínos.

Palavras-chave : flúor; mineralização óssea; porosidade óssea; resistência óssea.

        · resumo em Inglês | Espanhol     · texto em Inglês     · Inglês ( pdf )