SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.30 issue2Fecal culture and two fecal-PCR methods for the diagnosis of Mycobacterium avium subsp. paratuberculosis in a seropositive herdGenetic evaluation of dystocia and its relationship with productive and reproductive traits in Holstein cows¤ author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Services on Demand

Article

Indicators

Related links

  • On index processCited by Google
  • Have no similar articlesSimilars in SciELO
  • On index processSimilars in Google

Share


Revista Colombiana de Ciencias Pecuarias

Print version ISSN 0120-0690

Abstract

OCAMPO1, 2*, Ricardo J; MARTINEZ1, Rodrigo A; ROCHA, Juan F  and  CARDONA, Henry. Caracterização genética de ovinos crioulos colombianos. Rev Colom Cienc Pecua [online]. 2017, vol.30, n.2, pp.116-125. ISSN 0120-0690.  http://dx.doi.org/10.17533/udea.rccp.v30n2a03.

Antecedentes:

as raças crioulas, devido a sua seleção natural em ambientes hostis e adaptação às condições regionais, são importantes para os agricultores de poucos recursos econômicos. Porém, na Colômbia, devido ao cruzamento indiscriminado com raças estrangeiras e a falta de controle na reprodução, tem aumentado a consanguinidade nas populações de ovinos crioulos e por tanto tem gerado perda na produtividade, o que faz supor um grande risco para a conservação de genes valiosos.

Objetivo:

determinar a diversidade genética em raças crioulas colombianas utilizando um painel de 10 marcadores moleculares microssatélites.

Métodos:

visitaram-se 43 granjas localizadas em 11 departamentos do país, nos quais foram amostrados 362 indivíduos, que foram genotipados e analisados para um painel de 10 marcadores microssatélites.

Resultados:

um total de 134 alelos foram encontrados (média de 13,4 alelos/locus), com um rango de heterocigocidade observada e esperada de 0,428 a 0,831 e 0,615 a 0,855, respectivamente, e um conteúdo de informação polimórfica (PIC) médio de 0,742. O Wright F-statistics (FIS) médio das raças avaliadas foi de 0,107, o qual sugere que as raças apresentam níveis moderados de consanguinidade. As ovelhas colombianas apresentaram um baixo grau de diferenciação genética entre as diferentes raças (FST = 0,054) e o análise de STRUCTURE mostrou complexos patrões de mistura nas raças estudadas.

Conclusão:

em termos gerais, as ovelhas colombianas apresentaram uma alta variabilidade genética, o qual é muito importante para futuros programas de conservação e melhoramento genético.

Keywords : conservação; diversidade genética; DNA; estrutura populacional; gado ovino.

        · abstract in English | Spanish     · text in English     · English ( pdf )