SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.30 issue2Effect of dietary addition of unprocessed, autoclaved, or pre-germinated fenugreek seeds on laying hens’ performance and egg quality author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Services on Demand

Article

Indicators

Related links

  • On index processCited by Google
  • Have no similar articlesSimilars in SciELO
  • On index processSimilars in Google

Share


Revista Colombiana de Ciencias Pecuarias

Print version ISSN 0120-0690

Abstract

DARABIGHANE, Babak et al. Efeitos potenciais da Aloe vera e vitamina E na resposta imunológica de frangos de corte. Rev Colom Cienc Pecua [online]. 2017, vol.30, n.2, pp.159-164. ISSN 0120-0690.  http://dx.doi.org/10.17533/udea.rccp.v30n2a07.

Antecedentes:

na indústria avícola, a melhoria nas respostas do sistema imunológico é importante, no sentido de aumentar a resistência contra patógenos. As ervas estão entre os suplementos que podem substituir os antibióticos na dieta com o objetivo de melhorar as respostas imunes humoral e celular.

Objetivo:

o presente estudo avaliou o uso potencial da Aloe vera (Aloe barbadensis Miller) e Vitamina E como imunoestimulantes sobre as respostas imunes humoral e celular em frangos de corte.

Métodos:

frangos de corte foram aleatoriamente distribuídos em 3 tratamentos, conforme a dieta: controle (dieta basal + sem aditivos), dieta basal + 1% de gel Aloe vera na água de bebida e dieta basal + 100 mg/Kg de vitamina E na dieta. Títulos de anticorpos contra células sanguíneas vermelhas de ovelha e o vírus da doença de Newcastle foram utilizados para avaliar a resposta imune humoral. A resposta imune celular foi avaliada através do teste da fitohemaglutinina-P.

Resultados:

o maior título de anticorpos contra células sanguíneas vermelhas de ovelha, aos 28 e 38 dias, e a maior resposta à injeção de fitohemaglutinina-P, aos 38 dias, foram observados no grupo recebendo o gel de Aloe vera (p<0,05). Entretanto, a resposta das aves que receberam o gel Aloe vera não foi diferente daqueles que receberam vitamina E (p>0,05). Além disso, o maior título de anticorpos contra o vírus da doença de Newcastle foi observado aos 25 e 35 dias no grupo que recebeu vitamina E sem diferença com o grupo que recebeu gel Aloe vera (p>0,05).

Conclusão:

em geral, nossos resultados indicam que tanto o gel Aloe vera quanto a vitamina E, podem ser utilizados para aumentar as respostas imune humoral e celular em frangos de corte, enquanto que o gel Aloe vera (adicionado à água de bebida) pode ser utilizado como um imunoestimulante em frangos.

Keywords : antibiótico; planta medicinal; produção avícola; sistema imune.

        · abstract in English | Spanish     · text in English     · English ( pdf )