SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.32 issue2Genetic diversity in oocyte donors used in in vitro bovine embryo production programs in BrazilEffects of genetic polymorphism in Pit1, GH, GHR and KCN3 on milk yield and body weight of Khuzestan (Iran) water buffaloes author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Services on Demand

Article

Indicators

Related links

  • On index processCited by Google
  • Have no similar articlesSimilars in SciELO
  • On index processSimilars in Google

Share


Revista Colombiana de Ciencias Pecuarias

Print version ISSN 0120-0690
On-line version ISSN 2256-2958

Abstract

SHOKRI-SANGARI, Farzane; ATASHI, Hadi; DADPASAND, Mohammad  and  SAGHANEJAD, Fateme. Parâmetros genéticos para a produção de leite e persistência de lactação nas três primeiras paridades de vacas Holstein Iranianas. Rev Colom Cienc Pecua [online]. 2019, vol.32, n.2, pp.100-106. ISSN 0120-0690.  http://dx.doi.org/10.17533/udea.rccp.v32n2a03.

Antecedentes:

A persistência da lactação tem grande influência nos custos de saúde, reprodução e alimentação em fazendas leiteiras.

Objetivo:

Estimar os componentes da variância (co)variância e os parâmetros genéticos da produção de leite de 100 e 305 d e a persistência da lactação em vacas Holandesas no Irã.

Métodos:

Os dados utilizados foram registros coletados de janeiro de 2000 a dezembro de 2012 pelo Centro de Criação de Animais do Irã (Karaj, Irã). As seguintes quatro medidas de persistência de lactação foram utilizadas: P21: Razão da produção de leite no segundo 100-d em leite (DIM) dividido pelo primeiro 100-d. P31: Razões da produção de leite na terceira 100d dividida pela da primeira 100-d. PW: A medida de persistência derivada da função gama incompleta. PJ: A diferença entre a produção de leite no 60º e 280º dia de lactação.

Resultados:

A hereditariedade estimada da persistência da lactação para as três primeiras paridades (primeira, segunda e terceira lactação) variou de 0,01 a 0,06; 0,02 a 0,10; e 0,01 a 0,12, respectivamente. As correlações genéticas entre as medidas de persistência da lactação para as três primeiras paridades variaram de 0,77 a 0,98; 0,65 a 0,98; e 0,58 a 0,98, respectivamente; enquanto os valores correspondentes para correlações genéticas entre a persistência da lactação com produção de leite de 305d variaram de 0,18 a 0,63; 0,32 a 0,75; e 0,41 a 0,71, respectivamente. A repetibilidade estimada para medidas de persistência de lactação variou de 0,06 a 0,20.

Conclusão:

A correlação genética positiva moderada entre a persistência da lactação e a produção de leite de 305d indicou que a seleção para aumentar a produção de leite melhoraria ligeiramente a persistência da lactação.

Keywords : curva de lactação; gado de leite; hereditariedade; persistência; produção de leite; repetibilidade.

        · abstract in English | Spanish     · text in English     · English ( pdf )