SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.25 número54¿QUÉ MÁS DA? - LA ESTÉTICA EN JEAN-LUC MARION índice de autoresíndice de materiabúsqueda de artículos
Home Pagelista alfabética de revistas  

Servicios Personalizados

Articulo

Indicadores

Links relacionados

  • En proceso de indezaciónCitado por Google
  • No hay articulos similaresSimilares en SciELO
  • En proceso de indezaciónSimilares en Google

Compartir


Escritos

versión impresa ISSN 0120-1263

Resumen

GOMEZ FAJARDO, Carlos Alberto. A NOVA BALSA DE MEDUSA: OS EMBRIÕES SOBRANTES. OBSERVAÇÕES SOBRE A DESUMANIZAÇÃO EM UM ASPECTO DAS APLICAÇÕES DA TECNOCIÊNCIA CONTEMPORÂNEA. Escritos - Fac. Filos. Let. Univ. Pontif. Bolivar. [online]. 2017, vol.25, n.54, pp.221-240. ISSN 0120-1263.  http://dx.doi.org/10.18566/escr.v25n54.a10.

O presente artigo procura apresentar considerações bioéticas e antropológicas relacionadas com o fato documentado da alta perda de embriões que ocorre na aplicação das tecnologias de reprodução assistida em humanos. Ilustram-se dados numéricos disponíveis, tomados do "2013 Assisted Reproductive Technology. National Summary Report" do CDC. Devido à alta perda de vidas humanas nesses processos e aos fatores de falta de solidariedade e de ocultamento do respeito pelo direito à vida humana sem exceção, propõe-se a existência de uma semelhança, com a trágica situação dos náufragos da Medusa, obra clássica de Géricault, nos inícios do século XIX. Tenta-se, além disso, chamar a atenção, desde a disciplina da bioética, sobre a necessidade de uma formação da consciência crítica sobre esse tema, posto que não tudo o factível tecnicamente tem legitimidade ética à luz da razão.

Palabras clave : Tecnologias de Reprodução Assistida em Humanos; Tecnociência; Desumanização; Bioética; Consciência.

        · resumen en Español | Inglés     · texto en Español     · Español ( pdf )