SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.46 issue2Pernicious Subjects. Anthropometrics, Detective Work, and Judicial Police in Colombia, 1910-1930The Notion of Police in the Works of Michel Foucault: Object, Boundaries, Antinomies author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Services on Demand

Article

Indicators

Related links

  • On index processCited by Google
  • Have no similar articlesSimilars in SciELO
  • On index processSimilars in Google

Share


Anuario Colombiano de Historia Social y de la Cultura

Print version ISSN 0120-2456

Abstract

ROZO, ESTEBAN. Soberania em disputa. Ultraje, prostituição e práticas de polícia em Puerto Inírida, 1965-1969. Anu. colomb. hist. soc. cult. [online]. 2019, vol.46, n.2, pp.155-181. ISSN 0120-2456.  http://dx.doi.org/10.15446/achsc.v46n2.78217.

Este artigo analisa a ambígua relação entre práticas de polícia e soberania a partir dos primeiros casos e informes que foram elaborados pelas autoridades policiais da Comisaria del Guainía (Amazônia colombiana), criada em 1965. Especificamente, demonstra-se como as práticas de polícia fizeram parte da produção de uma "nova" ordem social, na qual a interpelação da autoridade do Estado e a regulação dos conflitos associados com a prostituição configuraram as "formas de aparição" do Estado em Puerto Inírida entre 1965 e 1969. Mais do que controlar ou vigilar a vida social ali, a Polícia mediou e participou de transgressões que ocorreram tanto no político (ultraje de autoridade) quanto no moral (prostituição e conflitos cotidianos. Muitas das "contravenções" à ordem pública e policial foram produzidas pelos próprios funcionários do Estado, ao mesmo tempo em que as práticas policiais combinaram "funções públicas" com conflitos pessoais.

Keywords : Amazônia; Colômbia; Puerto Inírida; vida cotidiana; Estado; Polícia; prostituição; soberania.

        · abstract in English | Spanish     · text in Spanish     · Spanish ( pdf )