SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.35 número2Significados construidos por indígenas ao respeito das Substancias Psicoativas nos programas de prevençãoTradução e adaptação transcultural da escala Life Orientation Test-Revised (LOT-R) para medir otimismo prestes em cuidadores de pacientes com cancere na Colômbia índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Artigo

Indicadores

Links relacionados

  • Em processo de indexaçãoCitado por Google
  • Não possue artigos similaresSimilares em SciELO
  • Em processo de indexaçãoSimilares em Google

Compartilhar


Revista Facultad Nacional de Salud Pública

versão impressa ISSN 0120-386X

Resumo

MUESES-MARIN, Héctor Fabio; TELLO-BOLIVAR, Inés Constanza  e  GALINDO-QUINTERO, Jaime. Características relacionadas em homens que fazem sexo com homens (HSH) com diagnose positivo de VIH em Cali-Colômbia, 2012-2015. Rev. Fac. Nac. Salud Pública [online]. 2017, vol.35, n.2, pp.206-215. ISSN 0120-386X.  http://dx.doi.org/10.17533/udea.rfnsp.v35n2a05.

Na Colômbia a toma voluntária de provas para VIH em populações de major risco varía entre 20% e 50%. O conhecimento de características em pessoas recém diagnosticadas poderia direcionar estratégias para tamisado e educação.

Objetivo:

determiar a frequência de vih+ e a sua relação com fatores sócio demográficos, conhecimentos e comportamentos em homens que praticam sexo com outros homens (hsh).

Metodologia:

Entre 2012 e 2015 se realizou em Cali-Colômbia um estudo descritivo mediante tamisado para VIH com participação voluntaria de 503 HSH majores de 18 anos. Prévio consentimento informado se usou questionário estruturado e prova rápida para VIH. Se fizeram análises descritivos, de comparação de grupos segundo diagnose de VIH e regressão logística multivariada.

Resultados:

Idade termo médio 27.3±8.9 anos. O 63% teve prova prévia de VIH; frequência de VIH+ 13.9% I.C95%(10.9%-17.0%). Se observou major frequência de diagnose VIH+ em >25 anos (OR=3.1; IC95%), com escolaridade media (OR=2.8; IC95%), consumo de sustâncias psicoativas (OR=2.0; IC95%), tatuagens/piercing (OR=2.4; IC95%), antecedente de infecções de transmissão sexual (ITS) (OR=2.6; IC95%) e daqueles que se creiam em risco (OR=3.2; IC95%).

Conclusão:

Os resultados sugerem características que podem direcionar a busca de VIH em pessoas com fatores de risco adicionais a sua vulnerabilidade por práticas sexuais.

Palavras-chave : VIH/Sida; Colômbia; Conduta de risco; Vulnerabilidade; Homens que tem sexo com homens (HSH) ).

        · resumo em Espanhol | Inglês     · texto em Espanhol     · Espanhol ( pdf )