SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.30 número2Conhecimento sobre a lei andaluza de morte digna e percepção sobre a formação no atendimento a enfermos terminais do corpo discente de ciências da saúde da Universidade de Granada, EspanhaA essência da prática interdisciplinar no cuidado paliativo às pessoas com câncer índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Artigo

Indicadores

Links relacionados

  • Em processo de indexaçãoCitado por Google
  • Não possue artigos similaresSimilares em SciELO
  • Em processo de indexaçãoSimilares em Google

Compartilhar


Investigación y Educación en Enfermería

versão impressa ISSN 0120-5307
versão On-line ISSN 2216-0280

Resumo

COGOLLO MILANES, Zuleima  e  GOMEZ-BUSTAMENTE, Edna. Prevalência de vida de consumo de substâncias em adolescentes de Cartagena, Colômbia. Invest. educ. enferm [online]. 2012, vol.30, n.2, pp.224-230. ISSN 0120-5307.

Objetivo. Estimar a prevalência de vida de consumo de substâncias psicoativas em adolescentes de Cartagena, Colômbia. Metodologia. Estudo de corte transversal realizado numa mostra representativa de 244 adolescentes entre 13 e 17 anos de população geral. Indagou-se sobre o consumo alguma vez na vida de substâncias psicoativas (cocaína, êxtase, inhalantes, maconha ou alguma injetável). Mediante regressão logística se ajustaram as variáveis explicatorias. Resultados. Os participantes foram dos estratos socioeconômicos baixo e meio. A prevalência de vida de consumo de alguma substância foi de 20%. O 19% informou consumo diário de cigarro e 18% tinha consumo problemático de álcool. Relacionaram-se com o consumo de substâncias alguma vez na vida os fatores de risco: consumo diário de cigarro (OR=30.2; IC95%=11.8-77.6), não ser religioso (OR=5.8; IC95%=1.8-18.8), sexo masculino (OR=3.7; IC95%=1.1-13.1) e consumo problemático de álcool (OR=3.5; IC95%=1.2-9.8). Conclusão. O consumo de alguma substância ilegal alguma vez na vida de substâncias ilegais dos adolescentes é alto, constituindo um problema de saúde ao qual devem prestar atendimento os organismos governamentais. Este consumo se relacionou com o sexo masculino, não religiosos, ser fumante e ter consumo problemático de álcool.

Palavras-chave : transtornos relacionados ao uso de substâncias; adolescente; estudos transversais.

        · resumo em Inglês | Espanhol     · texto em Inglês     · Inglês ( pdf )

 

Creative Commons License Todo o conteúdo deste periódico, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma Licença Creative Commons