SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.28 número3Determinação da clonagem em tecidos humanosDesafios educativos para o professor de medicina: avaliação de seu desempenho índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Artigo

Indicadores

Links relacionados

  • Em processo de indexaçãoCitado por Google
  • Não possue artigos similaresSimilares em SciELO
  • Em processo de indexaçãoSimilares em Google

Compartilhar


Iatreia

versão impressa ISSN 0121-0793

Resumo

GARCIA-PERDOMO, Herney Andrés  e  OCAMPO-FLOREZ, Ginna Marcela. Um novo enfoque terapêutico para a disfunção eréctil: as ondas de choque de baixa intensidade. Iatreia [online]. 2015, vol.28, n.3, pp.283-291. ISSN 0121-0793.  http://dx.doi.org/10.17533/udea.iatreia.v28n3a06.

A disfunção eréctil é a incapacidade de conseguir ou manter uma ereção do pénis para a penetração vaginal e o desempenho sexual satisfatório; se a considera o segundo problema mais frequente de disfunção sexual em homens, depois da ejaculação precoce, com uma prevalência aproximada de 30%. A maioria dos casos de disfunção eréctil têm origem orgânica, principalmente por doenças vasculares, mas também está associada a fatores psicológicos, neurológicos ou hormonais, ou a alterações estruturais. A terapia farmacológica com inibidores da 5-fosfodiesterasa teve eficácia clínica, mas há pacientes que não respondem a ela. Por tal razão se recorreu às ondas de choque de baixa intensidade que melhoram a vascularização e o fluxo sanguíneo do pénis com o que se conseguem ereções que permitem melhorar a qualidade da vida sexual. Nesta revisão se incluem diferentes estudos que demonstram a efetividade deste tratamento.

Palavras-chave : Disfunção Eréctil; Endotélio Vascular; Ereção Peniana; Inibidores de Fosfodiesterase 5; Ondas; Satisfação do Paciente.

        · resumo em Espanhol | Inglês     · texto em Espanhol     · Espanhol ( pdf )