SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.25 issue43Acoustic lung signals analysis based on Mel frequency cepstral coefficients and self-organizing mapsEffect of rainfall infiltration on the hydraulic response and failure mechanisms of sandy slope models author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Services on Demand

Article

Indicators

Related links

  • On index processCited by Google
  • Have no similar articlesSimilars in SciELO
  • On index processSimilars in Google

Share


Revista Facultad de Ingeniería

Print version ISSN 0121-1129

Abstract

BASTIDAS-RODRIGUEZ, Maria Ximena; PRIETO-ORTIZ, Flavio A.  and  ESPEJO-MORA, Édgar. Classificação fractográfica de materiais metálicos usando técnicas 3D de processamento e visualização em computador. Rev. Fac. ing. [online]. 2016, vol.25, n.43, pp.83-96. ISSN 0121-1129.

A análise de falha tem como objetivo recolher informação sobre como e por que uma falha é gerada. O primeiro passo neste processo consiste em uma inspeção visual na superfície da falha que revelará as características, marcas e textura que distinguem cada tipo de fratura. Esta inspeção é geralmente realizada por pessoas que usualmente não contam com o suficiente conhecimento ou experiência necessária. Este artigo propõe um método de classificação para três modos de fraturas em materiais cristalinos: súbita frágil, progressiva por fadiga e súbita dúctil. O método proposto usa visão em 3D, e busca ser um apoio na análise de falha. As características usadas neste estudo foram i) as características de Haralick e ii) a dimensão fractal. A aquisição de imagens 3D se realizou com um microscópio confocal de varredura laser Zeiss LSM 700. Para levar a cabo a classificação, dois classificadores foram avaliados: Redes de Neurônios Artificiais e Máquinas de Vetores de Suporte. A avaliação de desempenho logrou-se extraindo quatro relações marginais da matriz de confusão: exatidão, sensibilidade, especificidade e precisão, e os seguintes três métodos de avaliação: Característica Operativa do Receptor ou espaço ROC, o índice individual de êxito na classificação ICSI e o coeficiente de Jaccard. Apesar de que a porcentagem de classificação obtida por um experto é melhor que a obtida pelo algoritmo, este último logra obter porcentagens de classificação perto ou superior aos 60% em exatidão para os três modos de falha analisados. Os resultados que apresentam-se aqui representam uma boa aproximação para estruturar pesquisas futuras em análise de textura usando dados 3D.

Keywords : dados 3D; fratura dúctil; fratura frágil; fratura por fadiga; Máquinas de Vetores de Suporte; Rede Neuronal Artificial.

        · abstract in English | Spanish     · text in English     · English ( pdf )

 

Creative Commons License All the contents of this journal, except where otherwise noted, is licensed under a Creative Commons Attribution License