SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
 número50O desabastecimento de gêneros agrícolas na Província de Cartagena de Índias a finais do período colonialOuvir rádio na Espanha. Aproximação ás audiências radiofônicas durante o primeiro franquismo (1939-1959) índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Artigo

Indicadores

Links relacionados

  • Em processo de indexaçãoCitado por Google
  • Não possue artigos similaresSimilares em SciELO
  • Em processo de indexaçãoSimilares em Google

Compartilhar


Historia Crítica

versão impressa ISSN 0121-1617

Resumo

SEVILLA, Elisa  e  ;SEVILLA, Ana. Inserção e participação nas redes globais de produção de conhecimento: o caso do Equador do século XIX. hist.crit. [online]. 2013, n.50, pp.79-103. ISSN 0121-1617.

Este artigo busca caracterizar a rede que se teceu, por um lado, entre lugares tão distantes como Londres, Glasgow, Paris e Madri, e, por outro, Quito, Guayaquil, Archidona e Ambato. Isso devido a que vários naturalistas residentes no território que, em 1830, acabava de ser batizado como "Equador", se relacionaram com homens de ciência na Europa por meio de diferentes tipos de vetores. Portanto, o presente trabalho destaca as relações e interesses que tiveram os personagens que participaram nesta rede transnacional de intercâmbio de espécimes, conhecimentos, ideias e livros, enfatizando os contextos locais desses cientistas e seus diversos papéis nessa rede.

Palavras-chave : Equador; século XIX; história da ciência; comunidade científica; redes científicas; circulação internacional do conhecimento; modelo centro-periferia.

        · resumo em Espanhol | Inglês     · texto em Espanhol     · Espanhol ( pdf )