SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
 número57O rock americano com um toque europeu: a institucionalização dorock and roll na França, Alemanha Ocidental, Grécia e Itália (século XX)Datilógrafas e secretárias perfeitas: o processo de feminização dos empregos administrativos (Buenos Aires, 1910-1950) índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Artigo

Indicadores

Links relacionados

  • Em processo de indexaçãoCitado por Google
  • Não possue artigos similaresSimilares em SciELO
  • Em processo de indexaçãoSimilares em Google

Compartilhar


Historia Crítica

versão impressa ISSN 0121-1617

Resumo

CARDONA, Patricia. História, tradiçõs editoriais e sociedade. As Memorias e o Compendio de José Antonio de Plaza (Nova Granada, 1850). hist.crit. [online]. 2015, n.57, pp.97-116. ISSN 0121-1617.  http://dx.doi.org/10.7440/histcrit57.2015.06.

A história, em seu sentido moderno, é discurso materializado em livros; em seu processo de configuração, participaram diversos elementos de índole social, política, cultural e econômica. Este artigo pretende restituir a historicidade da História a partir de dois tipos de livros: os extensos, dirigidos a públicos com maior domínio da leitura, e os de caráter de divulgação, dedicados à maioria. Para isso, recorreu-se a dois livros publicados por José Antonio de Plaza em 1850, cujo propósito era divulgar o passado e constituí-lo referente de formação política dos habitantes da nação em amadurecimento.

Palavras-chave : História; historiografia; nação; bibliografia nacional; José Antonio de Plaza.

        · resumo em Espanhol | Inglês     · texto em Espanhol     · Espanhol ( pdf )