SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
 número67Os trabalhadores espanhóis na construção do canal do Panamá: a imagem deles na imprensa espanhola (1906-1909) índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Artigo

Indicadores

Links relacionados

  • Em processo de indexaçãoCitado por Google
  • Não possue artigos similaresSimilares em SciELO
  • Em processo de indexaçãoSimilares em Google

Compartilhar


Historia Crítica

versão impressa ISSN 0121-1617

Resumo

BASTIAS SAAVEDRA, Manuel. O espaço habitado: posse, domínio e venda de terras na fronteira chilena (Valdivia, 1790-1830). hist.crit. [online]. 2018, n.67, pp.3-21. ISSN 0121-1617.  http://dx.doi.org/10.7440/histcrit67.2018.01.

A partir da compra e venda de terras indígenas no território de Valdivia, entre 1790 e 1830, este artigo discute como interações legais estavam atadas aos espaços locais e à moradia rural. Visto que, no direito colonial espanhol, o domínio estava vinculado à posse e ao uso, relações locais e conhecimento local compartilhado eram recursos importantes para determinar o domínio legítimo e assegurar a validade das transferências de terra. O presente artigo ilustra de que forma o direito operava nos espaços recentemente integrados à jurisdição colonial e revela que as transferências de terra ainda não constituíam relações puramente contratuais, senão que eram mais transações socialmente pactados que envolviam diferentes níveis de autoridade e dependência.

Palavras-chave : Chile; colonialismo; direito consuetudinário; população indígena; saberes locais; posse de terra.

        · resumo em Inglês | Espanhol     · texto em Inglês     · Inglês ( pdf )