SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.29 número1Efetividade da funcionalidade familiar no caso de famílias de adolescentes grávidas e adolescentes não grávidasPercepção dos comportamentos do cuidado de enfermagem na unidade de cuidados intensivos índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Artigo

Indicadores

Links relacionados

  • Em processo de indexaçãoCitado por Google
  • Não possue artigos similaresSimilares em SciELO
  • Em processo de indexaçãoSimilares em Google

Compartilhar


Avances en Enfermería

versão impressa ISSN 0121-4500

Resumo

PARRA GONZALEZ, Lina Marcela  e  CARRILLO GONZALEZ, Gloria Mabel. Qualidade de vida de mulheres em situação de doença crónica de câncer de cérvice. av.enferm. [online]. 2011, vol.29, n.1, pp.87-96. ISSN 0121-4500.

Este estudo objetiva descrever a qualidade de vida das mulheres em situação de doença crónica de câncer de cérvice em instituições de serviços de saúde de Cali. Este é um estudo quantitativo, descritivo e transversal. A amostra esteve formada por 50 mulheres com diagnóstico de câncer de cérvice de seis meses de evolução que foram objeto da aplicação de um formato de caracterização de pacientes do grupo de cuidado ao paciente crónico e a Escala de qualidade de vida /O sobrevivente do câncer, de Betty Ferrell, que mede a percepção da qualidade de vida desde as dimensões física, psicológica, social e espiritual. Os dados foram processados em SPSS versão 10.0 e analisados mediante estadísticas descritivas. Os resultados indicam que o rango de idade das mulheres está entre 45 e 54 anos, que moram na área urbana, e que o nível de escolaridade predominante é o ensino médio, principalmente, são de estrato socioeconómico médio-baixo, com ocupação dona de casa, e estado civil casada ou em união livre. As participantes recebem tratamentos combinados de quimioterapia, radioterapia e braquiterapia, em estádios da doença iia e iib. A qualidade de vida em geral tem uma alteração ou percepção negativa em quatro dimensões. As dimensões mais afetadas são a física e a psicológica. As de menor alteração são a social e a espiritual. Estes resultados são contrastados igualmente com os resultados de outros estudos a respeito do problema do câncer que afeta muito a qualidade de vida dos pacientes em todas as dimensões, com maior domínio nas fases de tratamento e na fase final da vida

Palavras-chave : qualidade de vida; doença crónica; neoplasias do colo do útero.

        · resumo em Espanhol | Inglês     · texto em Espanhol     · Espanhol ( pdf )

 

Creative Commons License Todo o conteúdo deste periódico, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma Licença Creative Commons