SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.32 número2Parasitas intestinais e anemia em reserva indigena Cañamomo-Lomaprieta, ColômbiaEstudo observacional de validação clínica do diagnóstico de enfermagem disfunção sexual em pacientes com insuficiência cardíaca crônica índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Artigo

Indicadores

Links relacionados

  • Em processo de indexaçãoCitado por Google
  • Não possue artigos similaresSimilares em SciELO
  • Em processo de indexaçãoSimilares em Google

Compartilhar


Avances en Enfermería

versão impressa ISSN 0121-4500

Resumo

SCHULZ DA ROSA, Fernanda et al. Uso de anticonceptivos por parturientas adolescentes. av.enferm. [online]. 2014, vol.32, n.2, pp.245-251. ISSN 0121-4500.  http://dx.doi.org/10.15446/av.enferm.v32n2.46220.

Objetivo: Averiguar a utilização dos métodos contraceptivos pelas puérperas adolescentes a fim de relacionar o seu (des)uso com a gravidez na adolescência. Método: Estudo transversal, descritivo, realizado por meio de instrumento estruturado com 181 puérperas adolescentes que tiveram seus partos no hospital participante da pesquisa. Os dados foram coletados no período de dezembro de 2008 a dezembro de 2009. Resultados: 64,1% das puérperas faziam uso de algum método contraceptivo antes de ficarem grávidas e os métodos mais utilizados foram anticoncepcional oral 51% e o preservativo masculino 29%. Para 75% das adolescentes a gravidez foi planejada e justificada pelo desejo e a vontade própria de vivenciar a maternidade. Conclusão: Considerando que quase metade das adolescentes entrevistadas desejavam a gestação, aponta-se que pesquisar e discutir apenas o uso ou não dos métodos contraceptivos não é adequado. É necessário aprofundar as investigações acerca dos significados de ser mãe na adolescência.

Palavras-chave : Adolescente; Gravidez na Adolescência; Anticoncepção.

        · resumo em Inglês | Espanhol     · texto em Espanhol     · Espanhol ( pdf )