SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.37 issue1Prevalence of persistence of the arterial canal in newborns in a public hospitalReflection on control of Quilombola access to Brazilian public health author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Services on Demand

Article

Indicators

Related links

  • On index processCited by Google
  • Have no similar articlesSimilars in SciELO
  • On index processSimilars in Google

Share


Avances en Enfermería

Print version ISSN 0121-4500

Abstract

SOARES DE SOUZA, Verusca et al. Clima de segurança em terapia intensiva para adultos: foco nos profissionais de enfermagem. av.enferm. [online]. 2019, vol.37, n.1, pp.83-91. ISSN 0121-4500.  http://dx.doi.org/10.15446/av.enferm.v37n1.72594.

Objetivo:

Analisar o clima de segurança em uma unidade de terapia intensiva (UTI) para adultos.

Metodologia:

Descritivo, de abordagem quantitativa, realizado em junho de 2014 em um hospital ensino. Participaram 13 (46,42 %) enfermeiros e 15 (53,57 %) técnicos de enfermagem, que responderam ao Safety Attitudes Questionnaire, com 36 itens, divididos em seis domínios e cinco níveis de respostas que foram consideradas adequadas se o escore total médio atingisse uma pontuação acima de 75.

Resultados:

Obteve-se os totais médios por domínio: clima de trabalho em equipe = 77,38 pontos; clima de segurança = 69,90 pontos; satisfação no trabalho = 88,04 pontos; percepção do estresse = 67,19 pontos; percepção da gerência = 60,71 pontos e condições de trabalho = 74,11 pontos.

Conclusão:

O clima de segurança na uti investigada é inadequado porque, dentre os seis domínios avaliados, quatro obtiveram pontuações menores que o estabelecido.

Keywords : Segurança do Paciente; Cultura Organizacional; Gestão de Segurança; Unidade de Terapia Intensiva; Enfermagem (fonte: DeCS, BIREME).

        · abstract in English | Spanish     · text in Portuguese     · Portuguese ( pdf )