SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.37 número2Distribuição da morbimortalidade por violência em idosos no Rio Grande do NorteO quotidiano na sala de vacinação: vivências de profissionais de enfermagem índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Artigo

Indicadores

Links relacionados

  • Em processo de indexaçãoCitado por Google
  • Não possue artigos similaresSimilares em SciELO
  • Em processo de indexaçãoSimilares em Google

Compartilhar


Avances en Enfermería

versão impressa ISSN 0121-4500

Resumo

FUENTEALBA-TORRES, Miguel  e  NERVI HALTENHOFF, Hugo. Implicações dos estilos de aprendizagem no uso da didática na prática docente. av.enferm. [online]. 2019, vol.37, n.2, pp.189-197.  Epub 16-Set-2019. ISSN 0121-4500.  http://dx.doi.org/10.15446/av.enferm.v37n2.75179.

Objetivo:

analisar os estilos de aprendizagem dos estudantes de enfermagem e discutir as implicações no uso das didáticas na prática docente.

Metodologia:

por meio da amostragem consecutiva, foram reclutados estudantes do primeiro, segundo, terceiro e quarto ano de enfermagem. Aplicou-se o Questionário de Estilos de Aprendizagem Honey-Alonso e um questionário demográfico. Foi realizada análise descritiva e teste de normalidade em todas as variáveis. Foram aplicados os testes de Mann-Whitney e Kruskal-Wallis para a análise entre os estilos de aprendizagem e as variáveis demográficas. Correlações interestilo foram analisadas usando o coeficiente de Pearson. Por fim, foi discutida a influência dos estilos de aprendizagem na utilização das didáticas na prática docente. O erro do tipo I foi fixado em < 0,05 % em todos os testes.

Resultados:

participaram 169 estudantes, com média de idade de 24,5 anos e predomínio do sexo feminino (81,7 %). O estilo de aprendizagem predominante foi o reflexivo (53,8 %). Foi identificado que a idade afeta a preferência dos estilos de aprendizagem (p = 0,03) e que os estilos ativo e pragmático; reflexivo, teórico e misto; se correlacionam positivamente (p < 0,05).

Conclusões:

o estilo de aprendizagem reflexivo foi o mais utilizado, no entanto, existem múltiplas preferências por estilos de aprendizagem entre os estudantes de enfermagem. O professor tem o desafio de usar várias estratégias de ensino para facilitar a aprendizagem individual e de grupo.

Palavras-chave : Aprendizagem; Educação em Enfermagem; Estudantes de Enfermagem; Prática do Docente de Enfermagem (fonte: DeCS, BIREME).

        · resumo em Espanhol | Inglês     · texto em Espanhol     · Espanhol ( pdf )