SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.37 número2O quotidiano na sala de vacinação: vivências de profissionais de enfermagemPreciso mesmo tomar vacina? Informação e conhecimento de adolescentes sobre as vacinas índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Artigo

Indicadores

Links relacionados

  • Em processo de indexaçãoCitado por Google
  • Não possue artigos similaresSimilares em SciELO
  • Em processo de indexaçãoSimilares em Google

Compartilhar


Avances en Enfermería

versão impressa ISSN 0121-4500

Resumo

DIAZ MONSALVE, Luz Ever. Educação para a saúde sexual: um olhar sobre os componentes integradores da didática. av.enferm. [online]. 2019, vol.37, n.2, pp.208-216.  Epub 16-Set-2019. ISSN 0121-4500.  http://dx.doi.org/10.15446/av.enferm.v37n2.77324.

Objetivo:

descrever os componentes integradores de uma didática pertinente para o ensino da promoção da saúde por meio da análise reflexiva de uma experiência educativa iniciada no ano 2010. Foi realizada com professores de uma instituição educativa, para a promoção da saúde sexual dos escolares.

Método:

estudo qualitativo tipo sistematização. Participaram 19 professores com entrevistas e grupos de discussão. A informação foi analisada com codificação aberta, axial e construção de categorias emergentes.

Resultados:

a educação para a saúde (Eps) é um processo de ensino que contém os elementos da didática tradicional, só que nesta se conceituam e interagem de forma diferente. Por exemplo, em vez de professores -estagiários, existem sujeitos (de cuidado e orientadores) que têm biografias e saberes que são dignos de serem valorizados. As intenções se devem dialogar e negociar. O saber deve corresponder ao contexto sociocultural, porém, em qualquer processo de Eps, o empoderamento, reconhecimento e ressignificação de si mesmo, do outro e do entorno são comuns. As técnicas e atividades didáticas devem motivar a reflexão e socialização.

Conclusões:

a Eps é um processo de ensino no qual os elementos didáticos são sujeitos porque tem um saber valioso. Existem intenções que devem se dialogar e negociar. É um saber que convoca e que deve envolver a potenciação do empoderamento e a promoção de atitudes e práticas saudáveis. Tudo isso se reflete nas técnicas e atividades didáticas.

Palavras-chave : Promoção da Saúde; Educação em Saúde; Ensino; Saúde Sexual (fonte: DeCS, BIREME).

        · resumo em Espanhol | Inglês     · texto em Espanhol     · Espanhol ( pdf )