SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.24 número1Relação Entre as Estratégias de Administração do Conflito e a Percepção da Violência Situacional no CasalPessoas em Situação de Rua: das Trajetórias de Exclusão Social aos Processos Emancipatórios de Formação de Consciência, Identidade e Sentimento de Pertença índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Artigo

Indicadores

Links relacionados

  • Em processo de indexaçãoCitado por Google
  • Não possue artigos similaresSimilares em SciELO
  • Em processo de indexaçãoSimilares em Google

Compartilhar


Revista Colombiana de Psicología

versão impressa ISSN 0121-5469

Resumo

QUINTERO, CLAUDIA et al. Sensibilidade no Reconhecimento de Emoções Faciais Como Endofenótipo de Esquizofrenia. Rev. colomb. psicol. [online]. 2015, vol.24, n.1, pp.113-127. ISSN 0121-5469.  http://dx.doi.org/10.15446/rcp.v24n1.41738.

Os endofenótipos são traços presentes antes do surgimento de um transtorno e poderiam ser úteis para identificar genes de suscetibilidade. Determinou-se se pessoas com esquizofrenia e seus familiares de primeiro grau não afetados tinham um desempenho menor que os controles na Tarefa de Multitransformação de Expressão Emocional, que mede reconhecimento de emoções faciais. As pessoas com esquizofrenia e seus familiares mostraram menor sensibilidade ou requereram mais intensidade para identificar emoções que os controles. A exatidão para identificar emoções foi similar entre familiares e controles, mas menor naqueles com esquizofrenia. Isso sugere que a sensibilidade para o reconhecimento de emoções faciais é um endofenótipo da esquizofrenia.

Palavras-chave : esquizofrenia; expressões faciais; fenótipo; déficit cognitivo; genética.

        · resumo em Espanhol | Inglês     · texto em Espanhol     · Espanhol ( pdf )