SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.15 issue2TENDENCIES IN HEALTH RESEARCH: UNIVERSIDAD MARIANAPHYSICAL EDUCATION OUT FROM CORPOREITY AND MOTOR FUNCTION author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Services on Demand

Article

Indicators

Related links

  • On index processCited by Google
  • Have no similar articlesSimilars in SciELO
  • On index processSimilars in Google

Share


Hacia la Promoción de la Salud

Print version ISSN 0121-7577

Abstract

VANEGAS, José Hoover  and  MARIN MEJIA, Fabiana. COMUNICAÇAO GESTUAL E DEFICIÊNCIA. Hacia promoc. Salud [online]. 2010, vol.15, n.2, pp.158-172. ISSN 0121-7577.

A linguagem gestual como elemento de exploração no processo de comunicação supõe, como primeira medida, a necessidade de aprofundar na teoria, nos modelos clássicos que explicam o ato comunicativo; o mesmo que dos temas que implicam a revisão de áreas de importante relevância em deficiência. Objetivo: o objetivo deste artigo é realizar uma abordagem à teoria da comunicação e a semiótica, desde suas três rotas: a semântica, a sintática e a pragmática, com o qual pretende se uma revisão do processo de compreensão do signo a partir destas dimensões. Assim mesmo, amostra se o conceito de deficiente, as bases conceptuais que suportam esta exploração e destacam se os elementos predominantes da linguagem gestual expungindo o contexto teórico do mesmo e aproximando se ao tema como veiculo da comunicação. Material e Método: esta revisão teórica examina conceitos e postulados elaborados por diversos profissionais e gera ao interior do texto uma discussão que destaca a proximidade entre o tratamento conceptual de deficiente e a comunicação não verbal. Resultados: o estudo das relações entre deficiente e comunicação gestual é pobre, o que implica o esclarecimento de postulados específicos de comunicação, modelos, teorias e supostos de analise em sujeitos com características especificas de deficiência sensorial. Conclusões: nos delineamentos que atualmente dirigem se sobre a deficiência, a comunicação cobra especial sentido, muitos dos modelos de atenção em saúde propõem se alcançar um nível adequado de participação na pessoa em situação de deficiência seja qual seja seu origem, o que demonstra que é acertado estabelecer bases teóricas claras, que revelem o caminho indicado para prestar a melhor atenção na pratica às pessoas em situação de deficiência.

Keywords : Comunicação; semiótica; pessoas em situação de deficiência; linguagem gestual.

        · abstract in English | Spanish     · text in Spanish     · Spanish ( pdf )

 

Creative Commons License All the contents of this journal, except where otherwise noted, is licensed under a Creative Commons Attribution License