SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.17 número2FREQUENCIA DE MAMOGRAFÍA E EXAME CLÍNICO DE MAMA EM MUHERES DO RÉGIME SUBSIDIADO - MANIZALES (CALDAS)CARACTERIZAÇÃO DOS ASISTENTES AO CENTRO DE ATENÇÃO PSICOLÓGICA DA UNIVERSIDADE DE MANIZALES, 2006 - 2010 índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Artigo

Indicadores

Links relacionados

  • Em processo de indexaçãoCitado por Google
  • Não possue artigos similaresSimilares em SciELO
  • Em processo de indexaçãoSimilares em Google

Compartilhar


Hacia la Promoción de la Salud

versão impressa ISSN 0121-7577

Resumo

PIEDRAHITA S, Laura Elvira; PAZ, Karla Mayerling  e  ROMERO, Ana Maritza. ESTRATEGIA DE INTERVENÇÃO PARA A PREVENÇÃO DO SUICIDIO EM ADOLESCENTES: A ESCOLA COMO CONTEXTO. Hacia promoc. Salud [online]. 2012, vol.17, n.2, pp.136-148. ISSN 0121-7577.

Objetivos: Projeto de intervenção educativa cujo objetivo foi fomentar condutas protetoras a partir dos fatores de risco para tento de suicídio, identificados em adolescentes e promover o conhecimento dos fatores de risco e dotar lhes de ferramentas para a abordagem inicial a educadores e pais de família. Materiais e Métodos: A amostra esteve conformada por 30 estudantes entre 9 e 14 anos, matriculados em uma instituição educativa da cidade de Cali entre setembro de 2009 e junho de 2010. E sete adultos entre educadores e pais. Desenhou se a intervenção em quatro fases: uma inicial buscava identificar com os estudantes os fatores de risco. Na segunda fase, elaborou se o programa educativo. Na terça fase, elaborou se o programa baixo os princípios de educação em saúde. E uma quarta fase, onde se avaliou o impacto das atividades realizadas. Resultados: Os descobrimentos evidenciaram o desconhecimento dos adultos respeito ao suicídio. A partir dos resultados depois da intervenção educativa, evidenciou se mais precisão respeito aos conceitos básicos de suicídio e das intervenções a realizar com adolescentes em risco. Conclusões: A intervenção educativa possibilitou a identificação dos fatores de risco nos adolescentes e amostrou uma significativa efetividade ao aumentar o nível de conhecimentos nos pais e educadores. Uma maior informação possibilita a identificação e tratamento oportuno o qual leva à diminuição do evento neste grupo populacional. Resalta se o papel da escola como contexto apropriado para a realização das intervenções.

Palavras-chave : Conduta do adolescente; tento de suicídio; educadores; pais.

        · resumo em Espanhol | Inglês     · texto em Espanhol     · Espanhol ( pdf )