SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
 issue29Efficacy of Doramectin Via Intramuscular Injection in Gastrointestinal Nematodes in HorsesMalignant Tumor Derived from Skin Melanocytes of a Bovine of Unusual Presentation: A Case Study author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Services on Demand

Article

Indicators

Related links

  • On index processCited by Google
  • Have no similar articlesSimilars in SciELO
  • On index processSimilars in Google

Share


Revista de Medicina Veterinaria

Print version ISSN 0122-9354

Abstract

CARTAGENA YARCE, Lina María; RIOS OSORIO, Leonardo Alberto  and  CARDONA ARIAS, Jaiberth Antonio. Soroprevalência de Ehrlichia canis em cachorros com suspeita de infecção por patógenos transmitidos por carrapatos em Medellín, 2012-2014. Rev. Med. Vet. [online]. 2015, n.29, pp.51-62. ISSN 0122-9354.

Na Colômbia são exíguas as pesquisas sobre ehrlichiosis canina e em Medellín são nulas. Esta pesquisa teve como objetivo determinar a soroprevalência de Ehrlichia canis e sua distribuição de acordo com sexo, idade, raça e tamanho em caninos diagnosticados em um laboratório veterinário de Medellín, entre 2012 e 2014. Para isso desenhou-se um estudo transversal em 781 caninos. Calculou-se a soroprevalência global de infecção e específica de acordo com sexo, grupo de idade, tamanho e raça do canino. Na análise bivariada se usaram as provas Z, chi quadrado de Pearson e U de Mann-Whitney. Na análise multivariada realizou-se regressão logística binaria. Incluíram-se 57 raças, das quais as mais frequentes foram criollos (vira-latas), labradores e french poodle; 54,9 % eram machos e 56,9 %, adultos. A prevalência global da infecção foi 24,8 %; as maiores soroprevalências específicas foram observadas nas fêmeas (25,9 %), os senis (29,7 %) e os pertencentes a raças grandes (27,6 %). O risco de infecção em adultos e senis foi 2 vezes mais do que o encontrado em filhotes; a probabilidade de infecção nos cocker spaniel foi 6,4 vezes mais do que a encontrada nos bulldog francês; o risco de infecção em lobo siberiano, pug e labrador foi 7,8, 5,5 e 4,1 vezes mais do que o encontrado nos bulldog. A alta soroprevalência de ehrlichiosis canina e a identificação dos caninos adultos, senis e as raças cocker spaniel, lobos siberianos, pug e labradores como as de maior risco evidenciam a necessidade de formular programas de prevenção e atenção desta infecção na cidade.

Keywords : Ehrlichia canis; doenças dos cachorros; ensaio de imunoadsorção enzimática; prevalência.

        · abstract in English | Spanish     · text in Spanish     · Spanish ( pdf )