SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
 issue30Biosecurity State in Gamecock (Gallus gallus) Breeding Farms in Yacuanquer, Nariño, ColombiaStudy of Morbidity, Mortality and Disease in Colombian Mixed Race Foals During their First 30 Days of Life in Bogota's Savannah author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Services on Demand

Article

Indicators

Related links

  • On index processCited by Google
  • Have no similar articlesSimilars in SciELO
  • On index processSimilars in Google

Share


Revista de Medicina Veterinaria

Print version ISSN 0122-9354

Abstract

SIERRA-CIFUENTES, Verónica et al. Prevalência de parasitas intestinais em cachorros de dois centros de bem-estar animal de Medellín e do oriente da região de Antioquia (na Colômbia), 2014. Rev. Med. Vet. [online]. 2015, n.30, pp.55-66. ISSN 0122-9354.

Na Colômbia são poucos os estudos realizados sobre as parasitoses intestinais em caninos, e os cachorros da rua constituem um grupo de elevado risco para a aquisição de doenças zoonótico parasitárias. Através de um estudo descritivo transversal realizado em 2014 se determinou a prevalência de parasitose intestinal em 68 caninos de ambos os sexos de dois centros de bem-estar animal de Medellín e do oriente da região de Antioquia (na Colômbia) e seus fatores associados. O diagnóstico parasitológico se realizou por exame direto com solução salina ao 0,8 % e lugol, e o método de flotação de Sheather. A prevalência global de enteroparasitas foi 72,1 % (49), helmintos 58,8 % (40), protozoários 33,8 % (23) e poli parasitismo em 45,6 % (31). Identificaram-se 11 agentes parasitários, dos quais os mais prevalentes foram Uncinaria stenocephala, com o 39,7 % (27); Ancylostoma caninum, com o 20,6 % (14); Trichuris vulpis, com 16,2 % (11), e Toxocara spp., com 11,8 % (8). Estes foram estatisticamente maiores no oriente da região de Antioquia (valor p chi2 < 0,05). Taenia spp. Apresentou uma prevalência de 4,4 % (3) e foi maior em Medellín. Não houve associação entre a prevalência de cada táxon com o sexo nem a idade (valor p > 0,05). Evidenciou-se uma alta prevalência de parasitismo intestinal em caninos de Medellín e no oriente da região de Antioquia, e grande diversidade nas prevalências dos subgrupos estudados. Esta informação manifesta a necessidade de fomentar as pesquisas tendentes a conhecer a magnitude e os fatores associados em populações específicas como base para a orientação de ações em saúde veterinária e em saúde pública, devido o potencial zoonótico de algumas parasitoses de caninos.

Keywords : Colômbia; perros; parasitose intestinais; prevalência; zonas rurais.

        · abstract in English | Spanish     · text in Spanish     · Spanish ( pdf )