SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
 issue33Bovine trypanosomiasis in dairy farming in the high tropics: First report of Haematobia irritans as the main vector for T. vivax and T. evansi in Colombia author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Services on Demand

Article

Indicators

Related links

  • On index processCited by Google
  • Have no similar articlesSimilars in SciELO
  • On index processSimilars in Google

Share


Revista de Medicina Veterinaria

Print version ISSN 0122-9354

Abstract

TRONCOSO TORO, Ignacio Eduardo et al. Soro prevalência de Toxoplasma gondii e fatores de associados em operários de uma planta de beneficiamento animal de Bío Bío, no Chile. Rev. Med. Vet. [online]. 2017, n.33, pp.13-20. ISSN 0122-9354.  http://dx.doi.org/10.19052/mv.4046.

A toxoplasmose é uma zoonose de distribuição mundial causada por Toxoplasma gondii, protozoário que tem como hospedeiros definitivos os felinos, entre estes o gato doméstico, que pode transmitir a infecção ao ser humano. No Chile não existem estudos publicados de soro prevalência em pessoas com risco ocupacional. Por isso o objetivo deste estudo foi determinar a soro prevalência de Toxoplasma gondii e fatores de risco associados em operários de uma planta de beneficiamento animal de Bío Bío, Chile. Foram coletadas amostras de 39 soros de operários estudados por meio de análise quimioluminiscente para a detecção de anticorpos IgG e IgM, com uma sensibilidade e especificidade do 93 e 96 %, respectivamente. Se aplicou uma enquete epidemiológica e se calculou o odds ratio para a análise das variáveis higiênicas, alimentícias e de exposição. Se evidenciaram 24 pessoas com anticorpos IgG para uma soro prevalência aparente do 61,5 %, em quanto que para IgM esta foi do 0 %. Pôde-se determinar além do mais, a soro positividade mais alta nos operários que não usaram máscaras (64 %) e não desinfetaram o material de trabalho (100 %), assim como naqueles que consumiram carne pouco cozida (62,5 %). No que se refere ao tempo de exposição, se obteve um 72,7 % para o grupo maior de 10 anos e 62,2 % de soro positivos expostos entre quatro e sete dias por semana. Não existiram diferenças significativas para nenhuma das variáveis analisadas (p > 0,05). Conclui-se que existe uma soro prevalência elevada de Toxoplasma gondii em operários com risco ocupacional na planta de beneficiamento animal de Bío Bío.

Keywords : imuno-análise; operários; risco ocupacional; soro prevalência; toxoplasmose..

        · abstract in English | Spanish     · text in English     · English ( pdf )