SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.21 issue1NaProTechnology: Science and the Person in Human Papillomavirus (HPV) Infection among Women and Preadolescents author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Services on Demand

Article

Indicators

Related links

  • On index processCited by Google
  • Have no similar articlesSimilars in SciELO
  • On index processSimilars in Google

Share


Persona y Bioética

Print version ISSN 0123-3122

Abstract

TONIN, Letícia Oliveira et al. Conduta ética de professores, estudantes de graduação e pós-graduação: o ponto de vista dos pacientes de algumas faculdades de odontologia. pers.bioét. [online]. 2017, vol.21, n.1, pp.14-22. ISSN 0123-3122.  http://dx.doi.org/10.5294/pebi.2017.21.1.2.

Introdução:

a importância atribuída à prática ética e ao termo de consentimento varia entre os profissionais de saúde. Isso é ainda mais influenciado pelo ambiente de trabalho, nível de conhecimento, experiência, valores e crenças sociais. O objetivo deste artigo foi avaliar as condutas éticas de professores e alunos da graduação e da pós-graduação por meio de questionários com pacientes.

Métodos:

120 pacientes de clínicas odontológicas de três diferentes faculdades de odontologia do estado de São Paulo foram entrevistados com perguntas discursivas e objetivas sobre assinatura de termo de consentimento, participação em pesquisa científica, fotos durante o tratamento, solicitação de amostra de saliva, solicitação de doação de dente e informação sobre o destino do deste depois de removido. Para a análise estatística dos dados, foi utilizada distribuição de frequência (absoluta e valores percentuais).

Resultados:

65,8% dos pacientes assinaram o termo de consentimento para tratamento e 12,5% não o assinaram. 10,8% não sabem se participaram de pesquisa científica. 54,2% foram fotografados durante os procedimentos odontológicos e, destes, 47,1% assinaram um termo de autorização. 6,6% tiverem amostra de saliva solicitada e 66,6% destes assinaram um termo de autorização. 16,1% tiveram uma solicitação de doação dos dentes e, destes, 64,4% assinaram um termo de autorização. 61,3% não sabiam o destino do dente após a sua remoção quando a doação não foi solicitada.

Conclusões:

A maioria dos pacientes assinou o termo de consentimento para tratamento, fotografias, amostra de saliva e doação de dentes. Isso demonstra que condutas éticas perante os pacientes estão sendo seguidas pelos professores e estudantes de graduação e pós-graduação.

Keywords : bioética; ética; odontologia; pesquisa; termo de consentimento.

        · abstract in English | Spanish     · text in English     · English ( pdf )