SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.12 número3Representaciones sociales de la relación médico paciente en médicos y pacientes en Bogotá, ColombiaEpidemiología de la rabia canina en Colombia índice de autoresíndice de materiabúsqueda de artículos
Home Pagelista alfabética de revistas  

Servicios Personalizados

Articulo

Indicadores

Links relacionados

  • En proceso de indezaciónCitado por Google
  • No hay articulos similaresSimilares en SciELO
  • En proceso de indezaciónSimilares en Google

Compartir


Revista de Salud Pública

versión impresa ISSN 0124-0064

Resumen

LIMA DE SOUZA, Nilba et al. Vivência materna domiciliar com recém-nascido prematuro. Rev. salud pública [online]. 2010, vol.12, n.3, pp.356-367. ISSN 0124-0064.

Objetivo Explorar as vivências maternas no cuidar de um recém-nascido prematuro em casa e analisar as dificuldades na assistência materno-infantil, após a alta hospitalar dos prematuros. Métodos Estudo descritivo de natureza qualitativa com utilização do grupo focal com 24 mulheres que tiveram partos pré-termos em uma Maternidade escola, referência estadual para gestação de alto risco no nordeste brasileiro, no período junho a outubro de 2005. As mulheres retornaram ao serviço no período mínimo de 30 dias após a alta do neonato para relatar suas experiências de como cuidavam do recém-nascido prematuro em casa. Resultados Os conteúdos das entrevistas foram divididos em quatro núcleos temáticos: A alta hospitalar; o preparo da família para a alta; cuidando de um bebê prematuro no domicílio materno e, mudanças na vida impostas pelo nascimento prematuro. As maiores dificuldades apresentados pelas mães no cuidado com o filho prematuro em casa dizem respeito à  alimentação e resultaram das falhas da equipe de saúde no preparo dessas famílias para os cuidados domiciliares com o prematuro. Surgiram ainda sentimentos de insegurança e medo, revelando a necessidade de uma rede de apoio com seguimento ambulatorial e de pronto atendimento para oferecer suporte à s famílias de bebês prematuros após a alta. Conclusàµes No cuidado materno com o filho prematuro no domicílio predominaram sentimentos negativos que impuseram mudanças no cotidiano familiar, no trabalho e na própria vida social, revelando a necessidade de apoio aos pais na transição da vida hospitalar para domiciliar em situação de prematuridade.

Palabras clave : Nascimento prematuro; comportamento materno; relaçàµes mãe-filho.

        · resumen en Español | Inglés     · texto en Inglés     · Inglés ( pdf )

 

Creative Commons License Todo el contenido de esta revista, excepto dónde está identificado, está bajo una Licencia Creative Commons