SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.13 issue2Colombian death certificate quality, 2002-2006Induced abortion in Cartagena, Colombia: estimation using Abortion Incidence Complications Methodology author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Services on Demand

Article

Indicators

Related links

  • On index processCited by Google
  • Have no similar articlesSimilars in SciELO
  • On index processSimilars in Google

Share


Revista de Salud Pública

Print version ISSN 0124-0064

Abstract

CRAVEIRO, Isabel  and  FERRINHO, Paulo. Representações de mulheres em idade fértil e profissionais de saúde sobre utilização de cuidados de saúde reprodutiva1. Rev. salud pública [online]. 2011, vol.13, n.2, pp.239-252. ISSN 0124-0064.

Objectivos Conhecer as representações de mulheres pobres e não pobres relativamente à fecundidade verificando de que forma influenciam a utilização de cuidados de saúde reprodutiva (saúde materna e planeamento familiar). E as representações dos profissionais de saúde sobre comportamentos de fecundidade e forma de utilização de cuidados de saúde reprodutiva dessas mulheres. Métodos Foi realizado um estudo qualitativo, tendo sido efectuadas oito entrevistas e dois grupos focais a mulheres provenientes de diferentes contextos socioeconómicos, num total de dezoito indivã-duos. E dois grupos focais a profissionais de saúde (enfermeiros e médicos), num total de quinze participantes. Foi efectuada análise de conteúdo, tendo-se procedido a uma análise categorial temática. Resultados Encontramos semelhanças entre as mulheres provenientes de diferentes gradientes sociais, mas também diferenças acerca do papel do parceiro masculino no planeamento familiar e das gravidezes. Os profissionais de saúde atribuem ao "pobre" uma caracterã-stica-tipo: o imediatismo, que condiciona a actuação dos indivã-duos "pobres" nas práticas de planeamento familiar e nas formas de utilização da saúde materna. Conclusão A análise reflecte a existência de representações nem sempre coincidentes entre mulheres e profissionais de saúde, no que diz respeito à fecundidade e às necessidades e formas de utilização dos cuidados de saúde reprodutiva. é importante os decisores terem estes factos em atenção para adequar as polã-ticas de saúde às expectativas e percepções de necessidade por parte das populações vulneráveis, procurando uma utilização adequada de cuidados de saúde reprodutiva e promover a equidade em saúde.

Keywords : Medicina reprodutiva; percepção social; equidade em saúde; gênero e saúde.

        · abstract in English | English     · text in Portuguese     · Portuguese ( pdf )

 

Creative Commons License All the contents of this journal, except where otherwise noted, is licensed under a Creative Commons Attribution License