SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.14 issue4Features regardingacute coronary syndrome in elderly Spanish patientsThe effect of ivermectin on geohelminth frequency (i.e. as used in the onchocerciasis control program in Colombia) author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Services on Demand

Article

Indicators

Related links

  • On index processCited by Google
  • Have no similar articlesSimilars in SciELO
  • On index processSimilars in Google

Share


Revista de Salud Pública

Print version ISSN 0124-0064

Abstract

MEIRA-MASCARENHAS, Claudio H; ORNELLAS-PRADO, Fabio  and  HENRIQUE-FERNANDES, Marcos. Dor musculoesquelética e qualidade de vida em agentes comunitários de saúde>. Rev. salud pública [online]. 2012, vol.14, n.4, pp.668-680. ISSN 0124-0064.

Objetivo>Este estudo objetivou avaliar o impacto da dor musculoesquelética (DME) na qualidade de vida (QV) dos agentes comunitários de saúde (ACS) do município de Jequié, Bahia, Brasil. Métodos>Trata-se de um estudo descritivo-analítico com corte transversal, tipo censo, do qual participaram 316 ACS. Os instrumentos utilizados foram um questionário contendo informações sociodemográficas, ocupacionais e referentes à dor musculoesquelética; e o questionário WHOQOL-Bref para avaliação da QV. Os dados foram submetidos à estatística descritiva e ao teste de Mann-Whitney, com um nível de significância de 5 %. Resultados>Os domínios físico e meio ambiente do WHOQOL-Bref apresentaram escores mais baixos que os domínios psicológico e relações sociais. A prevalência da DME foi de 84,8 % entre os investigados, levando-se em consideração os últimos sete dias, tendo os membros inferiores como a região mais acometida (70,9 %). Todos os domínios da QV apresentaram-se comprometidos entre o grupo de ACS que apresentaram DME quando comparados ao grupo sem a sintomatologia, sendo encontrado no domínio físico valor de p<0,001, no psicológico p<0,001, relação social p=0,001 e meio ambiente p<0,001. Conclusões>O estudo mostrou que a DME pode ser considerada um importante fator de comprometimento da QV dos ACS do município de Jequié, Bahia. Neste sentido, faz-se necessário a implantação de políticas públicas específicas para enfrentamento desses acometimentos, contribuindo assim, para a melhoria das condições de trabalho e qualidade de vida desses profissionais.

Keywords : Dor; qualidade de vida; agentes comunitários de saúde.

        · abstract in English | Spanish     · text in Portuguese     · Portuguese ( pdf )