SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.19 issue1Self-esteem, body image and depression in adolescents with different nutritional conditionsTotal health expenditure efficiency: non-parametric analysis in a large sample of countries author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Services on Demand

Article

Indicators

Related links

  • On index processCited by Google
  • Have no similar articlesSimilars in SciELO
  • On index processSimilars in Google

Share


Revista de Salud Pública

Print version ISSN 0124-0064

Abstract

OLIVEIRA GUANABARA, Marilene Alves et al. Acesso de gestantes às tecnologias para prevenção e controle da sífilis congênita em Fortaleza-Ceará, Brasil. Rev. salud pública [online]. 2017, vol.19, n.1, pp.73-78. ISSN 0124-0064.  http://dx.doi.org/10.15446/rsap.v19n1.49295.

Objetivo

Avaliar o acesso de gestantes às tecnologias para prevenção e controle da sífilis congênita (SC).

Método

Estudo de casos múltiplos que analisou a atenção pré-natal de gestantes com sífilis, identificando os aspectos que dificultam o acesso das mesmas às tecnologias leves, leves-dura e dura em saúde que podem contribuir para a prevenção da SC. A pesquisa de campo foi realizada no período de abril a setembro de 2011 em quatro unidades primárias de saúde e ocorreu por meio da observação não participante e entrevistas com coordenadores das unidades, médicos, enfermeiros, profissionais do Serviço de Atendimento Medico Estatístico, agentes de saúde e gestantes. Foram consideradas tecnologias leves e leves-dura: o acolhimento, a visita domiciliar e o aconselhamento e duras a coleta do material biológico para realização do diagnostico sorológico de sífilis e o tratamento da gestante e do parceiro sexual. A análise consistiu em extrair sentido e contextualizar as falas, interpretando-as sob a perspectiva do acesso.

Resultados

Os profissionais têm dificuldade em lidar com as questões subjetivas relacionadas às infecções sexualmente transmissíveis. Ademais, as unidades apresentam problemas organizacionais, de continuidade do atendimento e de estrutura física que comprometem o acesso das gestantes às tecnologias para prevenção e controle da SC.

Discussão

As gestantes com sífilis não têm acesso às diferentes tecnologias para prevenção e controle da SC, situação que inviabiliza o diagnóstico precoce da sífilis e possivelmente contribuem para os péssimos indicadores de sífilis no município de Fortaleza.

Keywords : Acesso aos serviços de saúde; gestantes; cuidado pré-natal; sífilis; sífilis congênita (fonte: DeCS, BIREME).

        · abstract in English | Spanish     · text in Portuguese     · Portuguese ( pdf )