SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.12 número22Estudo da cooperação entre Colômbia e Coréia do Sul no Setor têxtil- ConfecçõesEstado da arte sobre as monitorias índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Artigo

Indicadores

Links relacionados

  • Em processo de indexaçãoCitado por Google
  • Não possue artigos similaresSimilares em SciELO
  • Em processo de indexaçãoSimilares em Google

Compartilhar


Civilizar Ciencias Sociales y Humanas

versão impressa ISSN 1657-8953

Resumo

ACOSTA CHILD, Pedro Gerardo. Apontamentos sobre a ética de Husserl a Habermas. Civilizar [online]. 2012, vol.12, n.22, pp.157-166. ISSN 1657-8953.

Neste documento se meterá em manifesto a ética fenomenológica de Edmund Husserl como renovação do homem e da cultura, os limites desta e a possibilidade de ser complementada com a ética dos discurso de Jürgen Habermas. Ressalta-se a abordagem que estes dois autores fazem com a reflexão crítica à sociedade contemporânea e salienta o sentido que eles entendem da crise da cultura, não como algo superficial, contingente e passageiro, senão como algo essencial da própria cultura. Tendo isto na mira, procederemos a sinalar como passar de uma ética centrada na consciência a uma ética baseada na ação comunicativa sobre o fundo do mundo da vida intersubjetivamente partilhado. Nesta perspectiva, a ética não pode aparecer como dependente por mais tempo de uma justificação transcendental e apologética da filosofia como ciência, de uma reflexão que procura nessa racionalização um pouco de autonomia e liberdade para a pessoa e para a comunidade como se tratasse de uma ciência universal e essencial da razão centrada no homem. Isto leva-nos a pensar na ética em termos comunicativos, quero dizer, de por em consideração a todos os afetados, os nossos princípios e valores numa comunidade que fala na que se procura, não o saber e a verdade das coisas, senão a nossa compreensão, integridade normativa e entendimento, referindo-se às nossas formas particulares da vida, aos nossos mundos especiais formados por diversos atos de fala.

Palavras-chave : Fenomenologia; ação comunicativa; intenção, ética; responsabilidade; sentimentos morais.

        · resumo em Espanhol | Inglês | Francês     · texto em Espanhol     · Espanhol ( pdf )