SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.16 número31A ficção e a ciência na narrativa seriada argentinaDispositivo midiático de governamentalidade índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Artigo

Indicadores

Links relacionados

  • Em processo de indexaçãoCitado por Google
  • Não possue artigos similaresSimilares em SciELO
  • Em processo de indexaçãoSimilares em Google

Compartilhar


Anagramas -Rumbos y sentidos de la comunicación-

versão impressa ISSN 1692-2522

Resumo

PEREZ-GARCIA, Martha Estela  e  LEAL-LARRARTE, Sandra Adriana. As telenovelas como geradoras de estereótipos de gênero: o caso do México. anagramas rumbos sentidos comun. [online]. 2017, vol.16, n.31, pp.167-185. ISSN 1692-2522.  http://dx.doi.org/10.22395/angr.v16n31a7.

As telenovelas contribuem para a reprodução dos estereótipos de gênero que são introduzidos no imaginário coletivo como uma normalidade. Suas histórias representam mulheres com papéis passivos, vítimas de preconceito, violência, sexualidade e coisificação. O objetivo deste artigo é analisar como os estereótipos promovem a manutenção do sistema sexo-gênero como um construto cultural desigual. O método utilizado para sua elaboração foi uma pesquisa documental com dados e depoimentos sobre os papéis que os sujeitos femininos desempenham nas telenovelas. Um dos achados que se destaca é a persistência de interpretações pouco atreladas à realidade, que não dão conta da transformação dos papéis na vida moderna. Entre as conclusões mais significativas deste artigo, há o escasso compromisso dos canais de televisão para contribuir para a mudança cultural apresentando mulheres reais como protagonistas de suas histórias.

Palavras-chave : desigualdade; discriminação positiva; educação com meios; estudos de gênero; lei de meios; nação; sistema sexo-gênero; telenovela mexicana; violência simbólica.

        · resumo em Espanhol | Inglês     · texto em Espanhol     · Espanhol ( pdf )