SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.1 número1Notas sobre la "Calidad" de la Atención a la InfanciaMaduración Cerebral y Desarrollo Cognoscitivo índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Artigo

Indicadores

Links relacionados

  • Em processo de indexaçãoCitado por Google
  • Não possue artigos similaresSimilares em SciELO
  • Em processo de indexaçãoSimilares em Google

Compartilhar


Revista Latinoamericana de Ciencias Sociales, Niñez y Juventud

versão impressa ISSN 1692-715X
versão On-line ISSN 2027-7679

Resumo

EMING YOUNG, Mary  e  FUJIMOTO-GOMEZ, Gaby. Desarrollo Infantil Temprano: lecciones de los programas no formales. Rev.latinoam.cienc.soc.niñez juv [online]. 2003, vol.1, n.1, pp.85-123. ISSN 1692-715X.

Este artigo se inicia mencionando o aporte das ciências ao conhecimento do desenvolvimento humano. Sintetiza-se o trabalho de Shonkoff e Phillips sobre esse tema, ressaltando a importância da experiência precoce e a sua interação com aspectos biológicos no desenvolvimento do cerebro. A seguir, fala-se do Desenvolvimento Infantil Precoce e o seu significado nos resultados posteriores da criança, destacando alguns fatores que incidem no desenvolvimento cerebral. Este tema liga-se ao trabalho de Shore, quem compara as teorías do "velho" e do "novo" pensamento. São enfatizados os efeitos das intervenções precoces, vinculando este tema ao do desenvolvimento do cerebro. Isto é ampliado no capítulo referente à competência social, no qual são apresentadas cifras estatísticas que refletem parcialmente as hipóteses. é proposta a vinculação das pesquisas aos programas e, baseados num trabalho inédito de Kirpal, são enumeradas algumas lições apreendidas que enfatizam na necesidade da participação da comunidade para gerar sentido de pertenência, bem como sustentabilidade nos programas. Ao mencionar o tema da sociedade civil e a sua participação no desenvolvimento dos programas, são ressaltadas as virtudes das ONGs e o papel que podem desenvolver na geração de soluções aos problemas sociais. Continua-se com a descrição de diversas experiências de programas não-formais de educação inicial na América Latina e o Caribe, nos quais destaca-se a participação da sociedade civil. A seguir, se enumeram os principios que norteiam os programas não-formais, mediante uma matriz na qual são indicadas determinadas praticas que correspondem a certas metas. Conclui-se que o Desenvolvimento Infantil Precoce é um instrumento essencial na luta contra a pobreza.

Palavras-chave : Desenvolvimento infantil precoce; Neurobiología; Ciências sociais; Experiências precoces; Intervenções precoces; Desenvolvimento cerebral; Programas não-formais; Programas não-escolarizados; Sociedade civil; Participação comunitária.

        · resumo em Espanhol | Inglês     · texto em Espanhol     · Espanhol ( pdf )

 

Creative Commons License Todo o conteúdo deste periódico, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma Licença Creative Commons