SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.13 número1Ressignificação a proteção: os sistemas de proteção de direitos das crianças na ArgentinaCrianças e games na escola: entre paisagens e práticas índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Artigo

Indicadores

Links relacionados

  • Em processo de indexaçãoCitado por Google
  • Não possue artigos similaresSimilares em SciELO
  • Em processo de indexaçãoSimilares em Google

Compartilhar


Revista Latinoamericana de Ciencias Sociales, Niñez y Juventud

versão impressa ISSN 1692-715X

Resumo

BRENES-PERALTA, Carlos  e  PEREZ-SANCHEZ, Rolando. Empatia e agressividade no uso de videogames por crianças. Rev.latinoam.cienc.soc.niñez juv [online]. 2015, vol.13, n.1, pp.183-194. ISSN 1692-715X.  http://dx.doi.org/10.11600/1692715x.1319230914.

Esta pesquisa estudou o papel de agressão e empatia como indicativos da tendência em crianças para jogar sozinho ou acompanhado. O estudo utilizou o enfoque de gestão emocional aplicada ao uso de videogames (Vorderer, Hartmann e Klimmt, 2006). A pesquisa foi realizada com 395 estudantes de Costa Rica, de escolas públicas e privadas em San Jose (M = 10,69 anos). Os resultados indicam que as crianças com altas pontuações em agressividade comportamental e empatia emocional tendem a canalizar a agressividade e empatia em jogo compartilhado. Crianças com altas pontuações em empatia comportamental tendem a jogar sozinhas. Esses resultados são discutidos com a teoria de gestão de emoção.

Palavras-chave : as crianças; videogames; agressão; Costa Rica; empatia; contexto social de uso.

        · resumo em Espanhol | Inglês     · texto em Espanhol     · Espanhol ( pdf )