SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.16 issue31Puesta en marcha de un lugar de memoria en Bucaramanga: la experiencia del Archivo Oral de Memoria de las VíctimasEl falso problema de la privatización educativa a la luz de la crisis orgánica: Argentina, 2003-2015 author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Services on Demand

Article

Indicators

Related links

  • On index processCited by Google
  • Have no similar articlesSimilars in SciELO
  • On index processSimilars in Google

Share


Hallazgos

Print version ISSN 1794-3841
On-line version ISSN 2422-409X

Abstract

DIZ, María Luisa. Abuelas de Plaza de Mayo, hijos de desaparecidos, nietos recuperados y hermanos: de las “labores detectivescas” a las acciones y producciones culturales, artísticas y mediáticas. Hallazgos [online]. 2019, vol.16, n.31, pp.61-89. ISSN 1794-3841.

Este artigo propõe construir uma genealogia de praticas dramáticas, performáticas e artísticas das Avós da Praça de Maio, da geração dos filhos dos desaparecidos, de netos recuperados e de irmãos de netos apropriados e recuperados, agrupados em Filhos e Filhas pela Identidade e a Justiça contra o Esquecimento e o Silêncio (Hijos) e em Avós da Praza de Maio, que se realizaram no cenário público entre o final da década dos anos sessenta e o final da década dos noventa, que possa ajudar a compreender, por um lado, por que o teatro foi considerado pelas Avós da Praça de Maio o meio de comunicação artístico mais indicado para refletir sobre a apropriação de menores como um delito que afeta à identidade social; e por outro, que possa contribuir a entender por que aqueles que se aproximaram a colaborar com a causa político-institucional das Avós da Praça de Maio foram atores e atrizes, cuja profissão, tal como afirma o filosofo José Pablo Feinmann consiste em encontrar suas identidades através dos milhares de rostos dos personagens que encarnam. Examina-se o discurso institucional e as ações de busca, denuncia e difusão das Avós da Praça de Maio a partir de um enfoque que prioriza os aspectos culturais, artísticos e mediáticos de seu trabalhão institucional. As praticas das Avós da Praça de Maio são consideradas como táctica ou estratégia de acordo com os diferentes contextos histórico-políticos e os termos desenvolvidos por De Certau. Para analisar as tácticas e estratégias, tomam-se os conceitos de teatralidades sociais, testemunha, familismo e narrativa humanitária. Além, se levam em consideração os estudos sobre a renovação geracional no movimento dos direitos humanos, a partir do surgimento de Hijos em 1995 e as noções de protestos performáticos motivados pelo trauma, ADN performático, performance e ativismo artístico.

Keywords : Avós da Plaza de Maio; filhos de desaparecidos; netos recuperados; tácticas; estratégias; testemunha; performances.

        · abstract in English | Spanish     · text in Spanish     · Spanish ( pdf )