SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.5 issue2Use of microwaves in the treatment of mango juice author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Services on Demand

Article

Indicators

Related links

  • On index processCited by Google
  • Have no similar articlesSimilars in SciELO
  • On index processSimilars in Google

Share


Revista Lasallista de Investigación

Print version ISSN 1794-4449

Abstract

ARROYAVE ROJAS, Joan Amir; GARCES GIRALDO, Luís Fernando; ARANGO RUIZ, Álvaro de Jesús  and  AGUDELO LOPEZ, Carlota Marcela. Foto-degradação do corante tartrazina mediante foto-fenton empregando a luz ultravioleta. Rev. Lasallista Investig. [online]. 2008, vol.5, n.2, pp.6-12. ISSN 1794-4449.

Introdução. Todo sistema produtivo demanda recursos naturais para a manufatura de bens e serviços, e desta forma requer serviços ambientais como insumos, ao igual que para os derrames de seus refugos; a indústria de alimentos não é a exceção a dita problemática, a geração de derrames com corantes impacta negativamente os recurso hídricos em todo o país, a presença de cor na água incorre numa deterioração estética dos corpos de água, e de igual forma provoca desequilíbrios ambientais devido a que põe obstáculos o passo da luz solar nos espelhos de água superficiais o qual evita a geração dos processos de fotossínteses que realizam as algas nos causes naturais dos rios e quebradas, ao impedir a fotossíntese, a qual é o primeiro elo nas correntes alimentícias ou tróficas, produz-se um desequilíbrio geral nos ecossistemas, devido a que a partir das algas se alimentam o zôo-plâncton e o recurso íctico das bacias hidrográficas, deste ultimo depende em grande parte as atividades econômicas das populações assentadas nas beiras das principais bacias do país. Objetivo. Avaliar a degradação do corante Tartrazina empregando foto-catálisis homogênea com ferro (III) e de luz ultravioleta. Materiais e métodos. Empregou-se um desenho experimental fatorial aleatorizado; para o desenvolvimento experimental se utilizou um sistema de foto-reator o qual consistia num de luz ultravioleta, um reservatório de vidro para o armazenamento da mostra a tratar e uma bomba submergível que permitia a recirculação da solução pelo sistema de foto-reator. A degradação do corante Tartrazina se determinou mediante espectrofotometría ultravioleta/visível. Resultados. Obteve-se uma boa percentagem de remoção (100,0 %) do corante Tartrazina para a combinação de oxidação química mediante o emprego de 0 mg/L de Fé3+ e 0,4% v/v do agente oxidante peróxido de hidrogênio, além das combinação experimental do processo fotoquímico da foto-catálisis homogênea com o ensaio experimental de 50 mg/L de Fé3+ e 0,2 % v/v H2Ou2; adicionalmente, considera-se que as combinações de 0 mg/L de Fé3+ e 0,2 % v/v H2Ou2 e 50 mg/L de Fé3+ e 0,4 % v/v H2Ou2 atingir percentagens de remoção muito significativos, superiores ao 99,0% de degradação. Conclusão. Os processos de oxidação avançados, como é o caso da foto-catáliss homogênea, são adequados para a remoção e eliminação do corante Tartrazina.

Keywords : Foto-degradação; Tartrazina; Corantes azoem; Ferro (III); Peróxido de hidrogênio; Indústria de alimento.

        · abstract in English | Spanish     · text in English     · English ( pdf )

 

Creative Commons License All the contents of this journal, except where otherwise noted, is licensed under a Creative Commons Attribution License