SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
 número9El viaje del héroe al espacio monstruoso: metáforas de un saber biopolítico hecho novelaCultura simbólica y fiestas borbónicas en Nueva Granada. De las exequias de Luis I (1724) a la proclamación de Fernando VII (1808) índice de autoresíndice de materiabúsqueda de artículos
Home Pagelista alfabética de revistas  

Servicios Personalizados

Articulo

Indicadores

Links relacionados

  • En proceso de indezaciónCitado por Google
  • No hay articulos similaresSimilares en SciELO
  • En proceso de indezaciónSimilares en Google

Compartir


CS

versión impresa ISSN 2011-0324

Resumen

CABRERA LEMA, Esther Cristina. Representações do Demônio: medos sociais vislumbrados em três escritos conventuais neogranadinos. CS [online]. 2012, n.9, pp.87-114. ISSN 2011-0324.  http://dx.doi.org/10.18046/recs.i9.1203.

O projeto ordenador da Igreja Católica estruturou o corpo social colonial a partir dos modelos de comportamento ideais de sujeitos exemplares. Adicionalmente, foram utilizados discursos referentes ao demônio, o que permitiu transferir os medos baseados em conceitos religiosos a medos sociais do contexto neogranadino. O índio, o negro e o mestiço foram demonizados a fim de manter a ordem hierárquica, evitando qualquer união desigual com as mulheres da elite. A proteção dessas mulheres foi possível mediante seu isolamento físico em espaços conventuais, nos quais algumas delas elaboraram escritos. A partir destes testemunhos é possível vislumbrar o rol que a imagem do demônio desempenhou, permitindo analisar sua apropriação, interpretação e representação, baseados em medos sociais de seu contexto.

Palabras clave : Demônio; Vida conventual; Controle social; Representação; Setores sociais marginais.

        · resumen en Español | Inglés     · texto en Español     · Español ( pdf )