SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
 número15Reclamos de autodesignación identitaria a través del espejo mediático índice de autoresíndice de materiabúsqueda de artículos
Home Pagelista alfabética de revistas  

Servicios Personalizados

Articulo

Indicadores

Links relacionados

  • En proceso de indezaciónCitado por Google
  • No hay articulos similaresSimilares en SciELO
  • En proceso de indezaciónSimilares en Google

Compartir


CS

versión impresa ISSN 2011-0324

Resumen

CASTELAR, ANDRÉS FELIPE. Liderança de mulheres no Valle del Cauca: cotidianidades e tensões entre público e privado. CS [online]. 2015, n.15, pp.224-247. ISSN 2011-0324.  http://dx.doi.org/10.18046/recs.i15.2020.

Historicamente têm-se projetado os conceitos de masculino e feminino como dicotomias compostas de valores opostos, onde os valores que caracterizam o sexo masculino têm sido os socialmente privilegiados. Assim, às mulheres foram atribuídos papéis como o reprodutivo, em oposição ao produtivo; o carinho, em oposição à força; o privado em oposição ao público. No entanto, atualmente ocorrem casos paradigmáticos que borram as fronteiras de gênero aparentemente claros que impunham essas dicotomias. Este documento é derivado de um projeto de investigação destinado a explorar a vida diária de mulheres líderes comunitárias, que, por seu trabalho e vocação de liderança e poder, representam um exemplo de quão difusas podem ser as fronteiras entre os valores atribuídos ao masculino e ao feminino. O objetivo neste artigo é identificar, na vida dessas mulheres, os conflitos e as facilidades com as quais se encontram quando executam um trabalho de liderança subjetivamente exigente e que as obriga a comprometer recursos para distinguir ou fazer consistentes as esferas privada e pública.

Palabras clave : Líderes comunitárias; gênero; público; privado; vida cotidiana.

        · resumen en Español | Inglés     · texto en Español     · Español ( pdf )