SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.8 número2O DESAFIO DO CRESCIMENTO ECONÔMICO NO MÉXICO: INDÚSTRIAS MANUFATUREIRAS E POLÍTICA INDUSTRIALRELAÇÃO ENTRE A GESTÃO DO CAPITAL DE TRABALHO E A RENTABILIDADE NA INDÚSTRIA DE DISTRIBUIÇÃO DE QUÍMICOS NA COLÔMBIA índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Artigo

Indicadores

Links relacionados

  • Em processo de indexaçãoCitado por Google
  • Não possue artigos similaresSimilares em SciELO
  • Em processo de indexaçãoSimilares em Google

Compartilhar


Revista Finanzas y Política Económica

versão impressa ISSN 2248-6046

Resumo

RUIZ PORRAS, Antonio  e  CRUZ RUIZ, Fidel Gustavo. A HIPÓTESE DE FISHER NA AMÉRICA LATINA: UMA ANÁLISE DE COINTEGRAÇÃO. Finanz. polit. econ. [online]. 2016, vol.8, n.2, pp.301-326. ISSN 2248-6046.  http://dx.doi.org/10.14718/revfinanzpolitecon.2016.8.2.5.

Neste artigo, avaliam-se as hipóteses de Fisher e de integração dos mercados latino-americanos mediante testes de cointegração e de mudança estrutural endógena. Os achados sugerem várias conclusões: a) o efeito Fisher é validado principalmente na Costa Rica; b) o efeito internacional de Fisher é validado debilmente entre o Chile e a Costa Rica, e entre a Colômbia e o México; c) a integração dos países e mercados é heterogênea; d) unicamente o Chile não teve mudanças estruturais. Além disso, usam-se séries mensais do Brasil, Chile, Colômbia, Costa Rica, México e do Peru durante o período compreendido entre janeiro de 1997 e dezembro de 2014.

Palavras-chave : hipóteses de Fisher; integração financeira; América Latina; cointegração; mudança estrutural endógena.

        · resumo em Espanhol | Inglês     · texto em Espanhol     · Espanhol ( pdf )